>

Qualicorp explica

Pesquisar Artigos
  • A excelência da cirurgia plástica brasileira

  • Saiba mais.
  • Publicado em: 01/03/2010 16:38

A cirurgia plástica brasileira é reconhecida internacionalmente como uma referência de qualidade. Parte desse reconhecimento pode ser atribuída ao pioneirismo e ao profissionalismo do professor Ivo Pitanguy, considerado o patrono e um dos nomes mais respeitados da especialidade em todo o mundo. Contribui para essa imagem consolidada, também, o grande número de cirurgias realizadas ao longo dos anos, o que possibilita aprimorar técnicas, difundir conhecimentos e promover um treinamento permanente dos profissionais envolvidos com esse procedimento.

Segundo dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, entre setembro de 2007 e agosto de 2008, foram realizados no país 629 mil procedimentos de médio e grande porte. Desse total, 457 mil (69%) foram estéticos e 172 mil (31%), reparadores.

 
  Ainda não possui um plano de saúde?
Clique e encontre as melhores opções para você.
 

Considerando-se que o objetivo maior da medicina é proporcionar bem-estar físico e psíquico aos pacientes, a cirurgia plástica se configura como um de seus ramos mais importantes, uma vez que a especialidade se dedica a restituir ao corpo sua função e sua dignidade. Sua importância social se mostra fundamental tanto no âmbito estético como no tratamento de deformidades congênitas, traumáticas e provenientes de outras enfermidades, como em reconstrução mamária pós mastectomia, em que os pacientes buscam o restabelecimento da forma e função, bem como a obtenção de formas mais adequadas.

Cabe à especialidade oferecer um atendimento de excelência na realização de procedimentos estéticos e reparadores, sejam eletivos ou emergenciais. Esse padrão de qualidade se traduz nos conceitos de profissionalismo, ética, humanismo e, principalmente, segurança do paciente. Ao se realizar uma cirurgia plástica, são levantadas questões relacionadas ao resultado final e ao grau de satisfação dos pacientes, mas é em termos de segurança que a especialidade deve se pautar.

Para alcançar esse objetivo é fundamental realizar os procedimentos em ambientes preparados para qualquer eventualidade. O Serviço de Cirurgia Plástica do HCor conta com toda a estrutura física e tecnológica de um hospital voltado à medicina de alta complexidade e dispõe de uma equipe multi e interdisciplinar, integrada por médicos, enfermeiros e fisioterapeutas, o que garante a segurança do paciente. Com isso, o HCor contribui efetivamente para o aprimoramento da especialidade em âmbito nacional e reforça a condição de excelência da cirurgia plástica brasileira, reconhecida em todo o mundo.

Dr. José Eduardo Lintz

  • Chefe do Serviço de Cirurgia Plástica do HCor
  • Hospital do Coração
Abrir