>

Qualicorp explica

Pesquisar Artigos
  • Mitos sobre dietas

  • Saiba mais.
  • Publicado em: 14/07/2014 13:26

Na internet ou em revistas, há várias matérias sobre nutrição, emagrecimento e saúde. Mas, poucas têm embasamento científico. Será que um corpo perfeito, a qualquer custo, é o caminho da saúde?

Produtos comercializados com a promessa de controle de peso corporal e doenças associadas.

• Frutas vermelhas: como as amoras, framboesas, groselha, blueberry, morango, cranberry, goji berry. Têm bioativos antioxidantes, essenciais na prevenção de doenças cardiovasculares, neurodegenerativas, antiinflamatórias e anticancerígenas. Além de reduzir o colesterol e fortalecer o sistema imunológico.

• Óleo de Cártamo: estimula a saciedade aumentando a leptina, hormônio resistente em obesos. É rico em ômega 6, que ajuda na proteção contra o câncer, contra a formação de placas de colesterol nas artérias, diminui o risco de diabetes tipo 2, redução de gordura corporal e aumento de massa muscular.

• Óleo de Coco: possui ômega 9 e TCM (Triglicerídeo de Cadeia Média), pode reduzir os níveis de colesterol ruim e balancear os níveis do bom colesterol. Diminui a gordura corporal e trata dislipidemias. Possui efeito termogênico, acelera o metabolismo, aumenta a saciedade e contribui para o menor ganho de peso. É rico em vitamina E, antioxidante, e combate vários micro-organismos maléficos ao ser humano.

• Oleaginosas: como castanhas de caju, nozes, amêndoas e castanhas do Brasil são alimentos ricos em gorduras boas (ômega 6 e 3), proteínas, minerais e compostos bioativos. São excelentes antioxidantes e estão relacionadas à redução do risco de câncer, da pressão arterial, de doenças cardiovasculares, de doenças neurodegenerativas. Auxiliam a normalização do perfil lipídico e outras desordens.

• Sementes de Chia: ricas em fibras e ômega 3. Prometem: perda de peso, eliminação de gordura abdominal, desintoxicantes, antioxidantes, controle do diabetes e regulação do intestino. Esses produtos dependem de dosagens certas e de um histórico clínico pessoal. Nenhuma medicação pode ser substituída sem orientação médica, principalmente para hipertensão, diabetes e redução de colesterol.

Dieta DUKAN ou dieta das proteínas.

• Limita a ingestão de carboidratos e estimula o consumo de proteínas e gorduras.

• Provoca rápida e intensa perda de peso, e pode ocasionar tonturas, fraqueza e desmaios.

• Pode acarretar a liberação de corpos cetônicos, que em altos níveis podem ser prejudiciais às células.

• Excesso de gordura saturada e colesterol, o que aumenta os níveis de colesterol ruim e favorece o entupimento de vasos sanguíneos, podendo acarretar aterosclerose, risco de infarto e AVE (Acidente Vascular Encefálico).

Alguns mitos sobre a alimentação.

• Carne de porco: oferece muita proteína e pouca gordura, desde que você saiba qual tipo comprar. O lombo é o corte mais magro, podendo ser preparado assado, cozido ou grelhado.

• Ovos: embora o ovo de galinha contenha uma dosagem considerável de colesterol, consumi-lo 1x/dia não irá aumentar os níveis de colesterol no seu organismo. Dietas da moda induzem a erros alimentares e não levam em consideração as peculiaridades individuais.

Procure um nutricionista ou médico para uma avaliação personalizada de sua dieta alimentar.