>

Qualicorp explica

Pesquisar Artigos
  • Formas de prevenção à pressão alta

  • Saiba mais.
  • Publicado em: 13/04/2015 13:52

A hipertensão arterial é uma doença também conhecida como pressão alta. Trata-se de um desequilíbrio no sistema circulatório que aumenta a pressão nas artérias. Apesar de não ter cura, é possível tratá-la e também controlá-la.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) a hipertensão arterial é responsável pela morte de 9,4 milhões de pessoas por ano, em todo o mundo, além de estar relacionada a 45% dos ataques do coração e 51% dos derrames cerebrais. No Brasil, afeta mais de 40 milhões de pessoas.

Quem pode ter pressão alta

Qualquer pessoa, gorda ou magra, homem ou mulher, adulto, criança ou idoso, branca, negra ou oriental, calma ou nervosa pode ter problemas de pressão arterial.

 
  Ainda não possui um plano de saúde?
Clique e encontre as melhores opções para você.
 

Sintomas

A maioria das pessoas hipertensas não tem sintomas, por isso essa doença é conhecida como silenciosa. A única forma de saber se a pressão está alta é medindo-a regularmente.

Valores da pressão arterial

Para a maior parte da população, a pressão arterial deve estar abaixo de 140 x 90mmHg, exceto para os diabéticos (< 130/85 mmHg) e renais crônicos (indo até < 120/75 mmHg). O valor ideal de pressão arterial é 120 x 80 mmHg (12 por 8).

Medidas preventivas para ter uma pressão dentro da normalidade

1. Adote uma alimentação saudável: evite o consumo de frituras, gorduras, alimentos enlatados, congelados e industrializados;

2. Controle a ingestão de sal;

3. Leia os rótulos dos alimentos, observando a quantidade de sódio de cada um;

4. Abuse de frutas, legumes e verduras;

5. Mantenha o peso sob controle;

6. Pratique atividades físicas regularmente;

7. Afira a pressão pelo menos uma vez por ano;

8. Evite o tabaco e o consumo de álcool;

9. Siga as orientações do seu médico ou profissional da saúde;

10. Evite o estresse.

Lembre-se: a hipertensão arterial é uma doença crônica, não tem cura. O acompanhamento médico é imprescindível e é para a vida toda.

Fonte: Sociedade Brasileira de Hipertensão: www.sbh.org.br

Abrir