>

Qualicorp explica

Pesquisar Artigos
  • Cuidados: Asma

  • Saiba mais.
  • Publicado em: 23/12/2015 15:32

 

Saiba mais sobre asma

Os principais sintomas da asma são falta de ar, dificuldade para respirar, sensação de aperto no peito ou peito pesado, tosse ou chiado no peito. Isso porque a doença atinge as vias aéreas ou os brônquios, que são tubos que levam o ar para os pulmões, inflamando essas regiões.

Ainda não se sabe qual é a causa exata da asma, mas acredita-se que fatores como o histórico familiar para alergias respiratórias ou as condições do ambiente podem influenciar o aparecimento da doença.

Diagnóstico e tratamento da asma

Durante a consulta, você deve contar para o seu médico os sintomas que sente e os horários que os sintomas se manifestam. Caso seu médico suspeite de asma, ele vai pedir um exame chamado espirometria. Durante esse exame, você irá soprar uma máquina que medirá a quantidade de ar expelida.

Definir o grau da asma é importante para escolher o melhor tratamento. A doença pode ser de quatro tipos que apresentam as seguintes variações de sintomas:

Grau 1 – sintomas leves e alternados em até dois dias por semana e até duas noites por mês;
Grau 2 – sintomas persistentes e leves mais do que duas vezes por semana e uma vez em um único dia;
Grau 3 – sintomas persistentes moderados uma vez por dia e mais de uma noite por semana;
Grau 4 – sintomas graves e persistentes ao longo do dia na maioria dos dias e frequentemente durante a noite.

Tratamento da asma

A maioria das pessoas que tem asma é tratada com medicação para controlar, prevenir ou aliviar os sintomas e evitar crises. Mas é importante lembrar que a asma é uma doença variável, isso é, o tratamento que serve para você pode não ser bom para outro asmático. A escolha do melhor tratamento deve ser feita pelo médico.

Vivendo com asma

Os asmáticos podem ter uma vida normal e praticar atividades físicas sem restrições. Mas para isso, algumas regras devem ser seguidas:

Evitar contato com agentes alérgenos, como ácaros, fungos, pólens (flores, grama árvores), pelos de animais de estimação, fezes de baratas e poluição ambiental;
Usar diariamente a medicação e consultar periodicamente o médico.


Referências

http://sbpt.org.br/espaco-saude-respiratoria-asma/

 

http://www.chp.edu/our-services/pulmonology/services/asthma/resources/levels

 

http://www.webmd.com/asthma/guide/asthma-attack