>

Qualicorp explica

Pesquisar Artigos
  • Tártaro dentário pode ser evitado com higiene correta

  • Saiba mais.
  • Publicado em: 14/04/2016 14:47

 

 

A placa bacteriana é uma espécie de camada de massa orgânica, formada na sua maior parte por microorganismos (cerca de 400 diferentes bactérias podem ser encontradas lá) e substâncias vindas da saliva, que se acumula sobre os dentes (ou próteses dentárias) e outras partes da boca. Quando essa placa endurece (calcifica), surge um tipo de crosta chamado de tártaro ou cálculo dental.

A placa bacteriana é praticamente invisível, mas, uma vez transformada em tártaro, deixa uma superfície bastante áspera nos dentes e se torna bem mais difícil de ser removida, sendo necessária a intervenção de um dentista. Com o tempo, ambos os problemas podem levar a cáries, bem como gengivite e outras doenças.

O tártaro pode, inclusive, significar um incômodo estético devido à coloração amarela ou castanha que causa nos dentes, próximo à gengiva. Sendo assim, pessoas que fumam ou costumam tomar muito café devem ter cuidado redobrado para evitar o problema.

Escovação, uso de fio dental (ambos pelo menos duas vezes ao dia) e limpeza completa a cada seis meses em consultório, com um dentista, são fatores essenciais para remover a placa bacteriana e, assim, evitar o tártaro. Acompanhe mais dicas de como manter a higiene correta da boca:

  • Utilize uma escova que não seja grande demais, que possibilite alcançar todos os locais da boca e tenha cerdas macias e arredondadas;
  • Em alguns casos, pode ser necessário utilizar uma escova interdental;
  • No caso do fio dental, posicione-o sobre os dentes e faça movimentos gentis de vai-e-vem seguindo toda a anatomia do dente, inclusive na região da gengiva;
  • Procure usar cremes dentais com flúor;
  • Antissépticos bucais devem ser usados somente como complemento da limpeza.

Além dos cuidados com a higiene, dentes e gengiva podem se beneficiar de uma rotina de alimentação balanceada, com pouco açúcar e amido. Esses alimentos devem ser ingeridos durante as grandes refeições, para que os dentes sejam menos expostos ao ácido que o açúcar, por exemplo, forma ao entrar em contato com os germes da placa bacteriana. Para os lanches, opte por alimentos nutritivos.

Saiba Mais

http://www.apcdjacarei.com.br/dicas.htm

http://www.dent.ucla.edu/pic/members/microbio/mdphome.html

http://www.ada.org/sections/publicResources/pdfs/watch_module01_smart.pdf

http://www.communityhealth.dhhs.state.nc.us/dental/ed_resources/What_Is_Plaque.pdf

http://www.nlm.nih.gov/medlineplus/ency/article/002044.htm

http://www.min-saude.pt/portal/conteudos/enciclopedia+da+saude/saude+oral/saudeoral.htm

 

Abrir