>

Qualicorp explica

Pesquisar Artigos
  • Desidratação: saiba como se prevenir

  • Saiba mais.
  • Publicado em: 23/03/2017 15:24

Saúde e Bem-Estar 23. Mar. 2017

Mais comum durante os períodos mais secos do ano, a desidratação pode causar convulsões, insolação, infecções nos rins, entre vários outros problemas bastante graves. Ela ocorre quando seu corpo não tem a quantidade de água e fluidos que precisa para realizar regularmente as suas funções normais, seja porque você não bebeu líquidos o suficiente, seja porque você perdeu fluidos demais - ou as duas coisas.

A principal medida para prevenir a desidratação é beber muito líquido todos os dias. Também pode ajudar comer alimentos ricos em água, como frutas aquosas (melancia, melão e laranja). Ainda que essa recomendação seja para todas as pessoas, algumas delas precisam de atenção especial com a hidratação:

 
  Ainda não possui um plano de saúde?
Clique e encontre as melhores opções para você.
 

Bebês e crianças - para quem tem filhos pequenos, é importante ficar atento se estão ingerindo a quantidade necessária de líquidos, já que eles nem sempre conseguem avisar que estão com sede. Além disso, situações que são mais comuns em crianças, como febre, diarreia e vômitos, podem causar desidratação.

Idosos - adultos mais velhos desidratam com mais facilidade e, nessa fase, as consequências podem ser ainda mais perigosas. Além disso, a sensação de sede se torna menos aparente, muitas vezes surgindo só quando a pessoa já está desidratada. Por isso, se você convive com um idoso, lembre-o de beber líquidos ao longo do dia, mesmo se ele não estiver com sede.

Pessoas com doenças crônicas - diabetes não controlada e doença renal são algumas das condições que podem deixar você mais vulnerável à desidratação. O risco também pode ser maior para quem toma medicamentos diuréticos, aqueles que levam a fazer xixi com mais frequência.

Mesmo pessoas saudáveis devem se preocupar em beber mais água durante os dias quentes, especialmente quem irá praticar exercícios físicos intensos ou ao ar livre. Para repor os fluidos que se perde com a transpiração, é preciso hidratar-se antes, durante e depois da atividade.

Sintomas da desidratação

A desidratação pode ser uma situação de emergência. Conheça alguns dos sinais que alertam para a necessidade de buscar ajuda:

  • Sede extrema;

  • Boca e língua secas;

  • Fazer pouco xixi;

  • Urina de cor mais escura;

  • Pele fria e seca;

  • Dor de cabeça;

  • Tontura;

  • Confusão mental;

  • Pulsação acelerada.

Se você suspeita que você ou alguém da sua família está com desidratação, procure atendimento médico imediatamente.

Fonte: Conteúdo de parceiro Qualicorp

Abrir