>

Qualicorp explica

Pesquisar Artigos
  • Saiba mais sobre os diferentes tipos de depressão

  • Saiba mais.
  • Publicado em: 18/04/2017 10:32

Doenças e Tratamento 18. Abr. 2017

Certamente você já ouviu falar em depressão, uma doença que pode se instalar sem que a pessoa perceba e comprometer sua qualidade de vida. Mas você sabia que existem vários tipos da doença?

Listamos abaixo os diferentes tipos de depressão existentes. São eles:

Transtorno depressivo maior - é um humor deprimido ou perda de interesse ou prazer em atividades diárias, junto com alguns outros sintomas de depressão. Dura, pelo menos, duas semanas. Pode ser leve, moderado ou severo.

 
  Ainda não possui um plano de saúde?
Clique e encontre as melhores opções para você.
 

Transtorno depressivo persistente (distimia) - os sintomas são semelhantes aos do transtorno depressivo maior. A diferença é que eles são menos acentuados e persistem por um período prolongado, por mais de dois anos. Por isso, nesses casos, a depressão é mais difícil de ser notada, pois é confundida com uma característica própria da pessoa.

Transtorno bipolar - no transtorno bipolar, períodos de depressão são alternados com períodos de mania, que é caracterizada por alegria e exaltação excessivas e sensação de ser capaz de fazer qualquer coisa, o que pode levar a comportamento social inadequado.

Depressão sazonal - períodos de depressão que ocorrem em determinadas estações, geralmente no outono ou inverno, provavelmente por haver menos horas de luz do dia nesses períodos do ano. É mais comum em países do hemisfério norte.

Depressão psicótica - mistura de depressão com sintomas psicóticos, tais como alucinações (ver e ouvir coisas que não existem) e delírios (acreditar em coisas que não são verdadeiras).

Depressão atípica - apesar do nome, a depressão atípica não é incomum. Mas, além do humor deprimido, apresenta características como: aumento do apetite, excesso de sono, sentimento de rejeição e sensação de que seus braços ou pernas estão pesados.

Depressão pós-parto - esse tipo de depressão afeta mais de 25% das mães no Brasil. Os sintomas costumam se desenvolver nas primeiras semanas após o parto, mas podem aparecer até seis meses depois do nascimento da criança.

Transtorno disfórico pré-menstrual (TDPM) - este tipo de depressão começa, geralmente, logo após a ovulação e termina no início da menstruação. A oscilação de humor é muito mais intensa do que a TPM (tensão pré-menstrual) e pode interferir negativamente no trabalho, na vida social e nos relacionamentos da mulher.

Seja qual for o tipo de depressão, há tratamento

Qualquer tipo de depressão pode fazer você se sentir triste e impedi-lo de desfrutar a vida. Se você possui os sintomas mencionados acima e acha que pode estar com a doença, procure um médico ou profissional da área da saúde e conte como está se sentindo. O diagnóstico é o primeiro passo para encontrar o melhor tratamento para o seu caso.

Fonte: Conteúdo de parceiro Qualicorp

Saiba mais:

Conheça as diferenças entre depressão e tristeza

Depressão: tema do Dia Mundial da Saúde de 2017

Abrir