>

Qualicorp explica

Pesquisar Artigos
  • Dia Mundial do Chocolate

  • Saiba mais.
  • Publicado em: 07/07/2017 00:00

Dr. Kalil Explica 07. Jul. 2017

No Dia Mundial do Chocolate, nutricionista fala sobre benefícios do produto.

O chocolate não é só uma delícia. O seu consumo moderado também oferece uma lista de benefícios. Uma pesquisa americana realizada na Austrália sugere que há uma ligação entre o consumo de qualquer tipo de chocolate e melhorias no funcionamento do cérebro. No entanto, quanto mais cacau na fórmula, melhor.

No Dia Mundial do Chocolate, celebrado em 7 de julho, a nutricionista e personal diet Paula Mintz Hertel dá dicas de como aproveitar o melhor do produto e explica como fazer um delicioso brownie funcional.

 
  Ainda não possui um plano de saúde?
Clique e encontre as melhores opções para você.
 

Os efeitos benéficos do chocolate são causados por um grupo de substâncias chamadas de flavonoides. Os flavonoides são os responsáveis pelos efeitos benéficos de vários alimentos, como uva e chás preto e verde, e também estão presentes no café, tomate, feijão e em várias frutas e vegetais. No caso do cacau, eles estão presentes em seus grãos.

"Quantidades significativas de flavonoides só são encontradas nos chocolates do tipo amargo, com 70% cacau ou mais", explica Herter.

A especialista também detalhou a composição de cada tipo de chocolate:

- Chocolate amargo (70% cacau ou mais)

- Chocolate ao leite (cerca de 30% cacau + leite + açúcar)

- Chocolate branco (manteiga de cacau + leite + açúcar)

Segundo ela, o chocolate amargo é o único que, realmente, traz benefícios à saúde, já que os demais têm alto índice de açúcar e gorduras, e seu consumo excessivo aumenta o risco de sobrepeso e obesidade.

O consumo indicado varia de acordo com cada indivíduo, principalmente se há alguma restrição de açúcar, por exemplo. “Mas, de uma forma mais genérica, o recomendado seria 20g de chocolate amargo ao dia”, afirma.

Pesquisa

Uma pesquisadora da Universidade do Sul da Austrália analisou um estudo que teve início na década de 1970 nos Estados Unidos e observou mais de mil pessoas durante 30 anos.

O objetivo era observar a relação entre a pressão sanguínea das pessoas e o desempenho do cérebro. Mas acabaram descobrindo que as pessoas que comiam chocolate pelo menos uma vez por semana tendiam a ter um melhor desempenho cognitivo.

"Examinamos se o consumo habitual de chocolate estava associado à função cognitiva [funcionamento do cérebro - memória, concentração, raciocínio, processamento da informação] em cerca de mil indivíduos no MSLS. Descobrimos que aqueles que comeram o chocolate pelo menos uma vez por semana tiveram um melhor desempenho em múltiplas tarefas cognitivas, se comparados àqueles que comiam chocolate menos de uma vez por semana", disse a pesquisadora Georgina Crichton.

Entre os aspectos analisados estavam memória verbal, memória visual e espacial, organização e raciocínio abstrato, além de habilidade de recordar uma lista de palavras ou onde um objeto foi colocado.

Entre os aspectos analisados estavam memória verbal, memória visual e espacial, organização e raciocínio abstrato, além de habilidade de recordar uma lista de palavras ou onde um objeto foi colocado.

Abaixo, a receita da nutricionista para um delicioso brownie funcional:

Ingredientes

¾ de xícara de tâmaras picadas (deixar de molho por 40 minutos na água)

¾ xícara de leite de arroz (ou qualquer outro leite vegetal)

¼ de xícara de cacau em pó

3 colheres de sopa de mel ou 2 sachês de stevia

1 pitada de sal

1 gota de extrato de baunilha

¾ de xícara de farinha de arroz integral ou farinha de coco

1 colher de sobremesa de fermento em pó

½ xícara de chocolate amargo (70% cacau) picado

Modo de preparo

Bata no liquidificador as tâmaras com o leite de arroz até ficar uma mistura cremosa. Em um recipiente, incorpore a mistura com os outros ingredientes.

Coloque em ramequins (forminhas pequenas) untados com óleo de coco e leve ao forno pré-aquecido a 180ºC por 25 a 35 minutos.

Revisão técnica

  • Prof. Dr. Max Grinberg
  • Núcleo de Bioética do Instituto do Coração do HCFMUSP
  • Autor do blog Bioamigo

Fonte: site Coração e Vida, produzido com a curadoria do cardiologista Dr. Roberto Kalil Filho.

Abrir