>

Qualicorp explica

Pesquisar Artigos
  • Ser portador do vírus HIV significa ter Aids?

  • Saiba mais.
  • Publicado em: 04/12/2017 15:58

Ter a infeção por HIV não significa que a pessoa desenvolverá a síndrome de imunodeficiência adquirida - Aids (em inglês, Acquired Immunodeficiency Syndrome). Hoje, graças aos avanços no tratamento da doença, é possível barrar a ação do vírus, impedindo que ele debilite o sistema imunológico e coloque a vida do paciente em risco. Veja, a seguir, quais são as diferenças entre o diagnóstico da infecção por HIV e o diagnóstico da Aids.

Como a infecção por HIV se manifesta no organismo?

A infecção por HIV se manifesta no organismo em três fases:

Infecção aguda por HIV - essa fase é marcada pela proliferação do HIV no organismo. Os sinais e sintomas da infecção aguda por HIV só aparecem de duas a quatro semanas depois da exposição ao vírus e são: febre, erupções na pele, linfonodos (gânglios localizados perto do pescoço) inchados e cansaço.

 
  Ainda não possui um plano de saúde?
Clique e encontre as melhores opções para você.
 

Período assintomático - nessa fase o HIV continua ativo, mas em níveis mais baixos. E, diferente da infecção aguda por HIV, o portador não tem sintomas. Para quem faz o tratamento antirretroviral, nessa fase, os efeitos da infecção podem ser controlados por muito tempo. E como novos medicamentos têm sido constantemente disponibilizados, este prazo pode ser indefinido. Já para quem não faz o tratamento antirretroviral, a fase pode ser mais curta e a infecção pode evoluir para Aids.

Aids - nessa fase, o sistema imunológico do portador já está bem debilitado e infecções oportunistas e cânceres podem se desenvolver no organismo, como o sarcoma de Kaposi, um tipo raro de câncer que ataca o tecido conjuntivo e está, com frequência, associado à Aids. Junto com a perda de peso, ele é um sinal comum do avanço da infecção por HIV no organismo.

Como é feito o diagnóstico da Aids?

O diagnóstico da Aids é feito por meio de alguns testes iniciais e de confirmação realizados em uma amostra de sangue:

  • Teste Elisa - teste inicial que detecta a presença de anticorpos contra o HIV. Caso o resultado seja positivo, os testes confirmatórios serão realizados;

  • Teste de Imunofluorescência Indireta (IFI) para o HIV-1 e teste Western blot (W. blot) - são confirmatórios e também detectam os anticorpos contra o HIV;

  • Testes rápidos anti-hiv - detecta a presença de anticorpos contra infecção por HIV em menos de 30 minutos e pode ser realizado durante uma consulta médica.

Como conter o avanço da infecção por HIV?

Para conter o avanço da infecção por HIV no organismo é necessário fazer o tratamento antirretroviral, que combina uma série de medicamentos que inibem a reprodução do vírus. Este tratamento tem bons resultados e o portador de HIV deve ter acompanhamento médico durante toda a vida.

Fonte: Parceiro Qualicorp

Abrir