>

Qualicorp explica

Pesquisar Artigos
  • Febre amarela. O que você precisa saber

  • Saiba mais.
  • Publicado em: 23/02/2018 09:51

A febre amarela é uma doença infecciosa aguda, de curta duração (no máximo 10 dias), causada por um vírus transmitido por mosquitos vetores (na área urbana, principalmente, o Aedes aegypti), e possui dois ciclos de transmissão: silvestre (quando há transmissão em área rural ou de floresta, envolvendo macacos) e urbano.

SINTOMAS

Os sintomas da Febre Amarela são variados, podendo ser confundidos como uma virose simples, até situações mais graves, como problemas hepáticos (hepatite), cardíacos (miocardite), cerebrais (encefalite).

Os sintomas mais comuns são:

  • Febre;

  • Dores musculares em todo o corpo, principalmente nas costas;

  • Dor de cabeça;

  • Perda de apetite;

  • Náusea e vômito;

  • Olhos, face ou língua avermelhada;

  • Fadiga e fraqueza.

Os sintomas nessa fase aguda da doença costumam durar entre três e seis dias e passam sozinhos.

 
  Ainda não possui um plano de saúde?
Clique e encontre as melhores opções para você.
 

DIAGNÓSTICO

Somente um médico é capaz de diagnosticar e tratar corretamente a doença.

Informe sobre qualquer viagem para áreas de risco nos 15 dias anteriores ao início dos sintomas, como também se já tomou a vacina contra a febre amarela e a data.

Caso o médico suspeite de contágio, existe um exame de sangue que pode detectar a presença do vírus ou de anticorpos que indiquem sua infecção anterior.

PREVENÇÃO

A única forma de evitar a febre amarela é a vacinação. O Sistema Único de Saúde, o SUS, oferta gratuitamente para a população. Desde abril de 2017, o Brasil adota o esquema vacinal de apenas uma dose durante toda a vida, medida que está de acordo com as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

DOSES

Entenda o que é dose integral e dose fracionada:

Dose Integral

  • Tem 0,5 ml;

  • É o tipo de dose recomendada em campanhas normais de vacinação;

  • Protege pela vida inteira.

Dose Fracionada:

  • Tem 0,1 ml;

  • É a dose integral com volume de aplicação reduzido;

  • Protege por cerca de oito anos;

  • O efeito contra a doença é o mesmo.

POR QUE USAR A DOSE FRACIONADA, SE ELA DURA MENOS TEMPO?

Segundo o Ministério da Saúde, é uma medida EMERGENCIAL para garantir cobertura rápida em curto período de tempo.

ATENÇÃO: CADA PESSOA DEVERÁ TOMAR A VACINA APENAS UMA VEZ.

Quem já foi vacinado pelo menos uma vez contra a febre amarela não precisa fazer uma nova visita ao posto de saúde. A avaliação sobre a vacina mostrou que uma única dose é suficiente para proteger contra a transmissão da febre amarela.

Até há alguns anos, a recomendação era de que a vacina fosse renovada de dez em dez anos, mas, em 2014, a Organização Mundial da Saúde mudou sua orientação, quando concluiu que o reforço da dose não é necessário para manter a proteção contra a doença. No início de 2017, o Brasil adotou a recomendação da OMS.

QUEM NÃO PODE RECEBER A VACINA (CONTRAINDICAÇÕES)

Determinadas pessoas não podem tomar a vacina sem indicação médica, pois algumas situações clínicas aumentam o risco de complicações:

  • Pessoas com alergia a algum componente da vacina ou a ovos e derivados;

  • Pessoas em tratamento de câncer e com artrite reumatoide, incluindo os indivíduos submetidos a terapias como quimioterapia e os que recebem doses elevadas de corticosteroides;

  • Pessoas com histórico de doença do timo (órgão linfático), incluindo miastenia grave, timoma (câncer no timo) ou remoção prévia do timo;

  • Pessoas em tratamento para AIDS.

Atenção: se você possui acima de 60 anos, está grávida ou amamentando, a vacina será ministrada somente com autorização médica!

Não se esqueça! Utilize o repelente diariamente.

Para mais informações, acesse: portalms.saude.gov.br/

Fonte: Programa Qualivida.

Abrir