>

Qualicorp explica

Pesquisar Artigos
  • Os benefícios da biomassa e farinha de banana

  • Saiba mais.
  • Publicado em: 23/02/2018 10:19

Dr. Kalil Explica 23. Fev. 2018

Na busca por uma alimentação mais saudável, muitos brasileiros têm recorrido a uma opção cujo alimento base é amplamente encontrado em todo o país. Tanto a biomassa quanto a farinha de banana verde apresentam uma série de benefícios e podem ser substitutos eficazes de itens como óleo, farinha branca, creme de leite e maionese.

De acordo com a nutricionista Paula Hertel, os derivados da banana verde têm atraído cada vez mais pessoas que desejam alimentar-se de maneira mais balanceada.

"Na culinária, a biomassa vem ganhando cada vez mais adeptos já que, além de contribuir com seus benefícios nutricionais, também é um excelente espessante, tem sabor neutro e pode ser utilizada no preparo de sopas, mingaus, sucos, trufas, doces e massas", explica.

 
  Ainda não possui um plano de saúde?
Clique e encontre as melhores opções para você.
 

A farinha de banana verde traz os mesmos benefícios da biomassa. Trata-se apenas de um outro formato para o produto, mas sua origem e composição são semelhantes à da biomassa.

De acordo com a nutricionista, a farinha é a biomassa liofilizada, e pode ser usada junto a outras farinhas em diversas receitas. Ao substituir outras farinhas pela de banana verde é preciso seguir a proporção de um quarto de xícara do produto proveniente da fruta para duas xícaras das farinhas tradicionais.

Os principais benefícios tanto da farinha quanto da biomassa de banana verde estão sustentados em três pilares: auxílio no funcionamento intestinal, no controle da glicemia e na redução do colesterol.

"A biomassa de banana verde é a polpa da banana verde cozida e processada. Possui pequenas concentrações de frutose e grande quantidade de amido resistente. O amido resistente é um carboidrato complexo que não é digerido e chega praticamente intacto no intestino, onde é fermentado pela microbiota intestinal [colônia de bactérias intestinal – probióticas]", explica a nutricionista.

Ao ajudar na saúde da microbiota intestinal, a biomassa garante o correto funcionamento do intestino. Por consequência, o sistema imunológico da pessoa é favorecido, garantindo que a produção de anticorpos ocorra de forma mais eficiente.

Justamente por substituírem produtos tradicionais e menos saudáveis, tanto a farinha quanto a biomassa contribuem para o controle da glicemia e do colesterol. Por conta disso, esses alimentos alternativos costumam ser recomendados para públicos específicos.

"Esses produtos são indicados para diabéticos, idosos, mulheres e pacientes com hipercolesterolemia [colesterol alto]", explica a nutricionista. Ambos, no entanto, podem ser consumidos sem qualquer prejuízo pelas outras pessoas. Tudo, é claro, a partir de orientação e acompanhamento médico.

Modo de preparo

A farinha e a biomassa de banana verde podem ser encontradas em diversas lojas especializadas em produtos naturais e alternativos. No entanto, seu modo de preparo é simples e a nutricionista Paula Hertel ensina como prepará-las em casa.

Inicialmente, é preciso lavar as bananas verdes com a casca e inseri-las, posteriormente, em uma panela de pressão, cobertas por água, durante 20 minutos.

"Desligue o fogo após os primeiros oito minutos e deixe que a pressão continue cozinhando as bananas. Espere o vapor escapar naturalmente. Ao término do cozimento, mantenha as bananas na água quente da panela", explica.

É neste momento que as cascas são retiradas para que a polpa seja triturada imediatamente no liquidificador ou processador. É importante que a polpa esteja bem quente para não esfarelar.

A nutricionista recomenda que se processe bem até obter uma pasta espessa. Importante destacar ainda que a biomassa não requer utilização imediata. É possível guardar a polpa na geladeira por até oito dias ou no congelador por até quatro meses.

Ambos os derivados da banana verde contribuem ainda para a promoção da saciedade. Justamente por isso, e também por sua composição saudável, tanto a biomassa como a farinha são indicadas em dietas para quem procura perder peso.

Revisão técnica

  • Prof. Dr. Max Grinberg
  • Núcleo de Bioética do Instituto do Coração do HCFMUSP
  • Autor do blog Bioamigo

Fonte: site Coração e Vida, produzido com a curadoria do cardiologista Dr. Roberto Kalil Filho.

Abrir