>

Qualicorp explica

Pesquisar Artigos
  • Leite empedrado: como aliviar as dores

  • Saiba mais.
  • Publicado em: 09/08/2018 10:48

Saúde e Bem-Estar 09. Ago. 2018

A amamentação é fundamental para a saúde do bebê. Apesar disso, muitas mulheres deixam de amamentar por causa de rachaduras no peito, que normalmente são causadas pela posição incorreta da criança. Para apoiar a campanha "Agosto Dourado", que é voltada para a promoção, a proteção e o apoio ao aleitamento materno, reunimos dicas de como evitar o problema.

Mais de 80% das mulheres experimentam algum tipo de dor ou desconforto durante as primeiras mamadas. No entanto, mamilos muito doloridos e machucados não são normais. É preciso prestar atenção caso apareçam edemas, bolhas, marcas brancas, amarelas ou escuras ou qualquer tipo de rachadura no peito. Entre as causas estão:

- Mau posicionamento do bebê;

- Mamilos curtos/planos ou invertidos;

- Disfunções orais na criança;

- Freio da língua do bebê muito curto;

- Uso impróprio de bombas de extração de leite;

- Uso de cremes e produtos que causam alergias;

- Sucção não nutritiva por tempo prolongado.

 
  Ainda não possui um plano de saúde?
Clique e encontre as melhores opções para você.
 

É possível evitar e tratar a rachadura no peito

Por causa das dores e do desconforto causados pelos diferentes tipos de rachadura no peito e de outras lesões, muitas mulheres decidem parar a amamentação, o que pode trazer sérios prejuízos para a saúde da criança. Por isso, é importante saber tratar o problema, que pode ser, inclusive, uma porta de entrada para bactérias.

A principal maneira de prevenir lesões é amamentar na posição correta. O corpo do bebê deve estar de frente para o da mãe e ela deve trazer a boca da criança bem de frente para o mamilo. A criança deve abocanhar o mamilo com a boca bem aberta, de maneira que ele pegue o bico do seio e também a aréola, a parte escura ao redor do bico. Outras maneiras de evitar machucados e rachaduras no peito são:

- Manter os mamilos secos, expondo-os ao ar-livre e à luz;

- Não usar produtos ressecantes, como álcool e sabão;

- Amamentar quando a criança quiser. Menos faminta, ela suga com menos força;

- Evitar o uso de protetores.

Especialistas recomendam que o melhor tratamento para rachadura no peito é mantê-lo úmido e hidratado, usando o próprio leite materno, cremes e óleos apropriados. Entre os produtos mais indicados, estão os feitos à base de vitaminas A, D e lanolina.

Nos casos mais graves, a indicação são as pomadas com corticoide. Esse tipo de tratamento, no entanto, deve ser indicado por um profissional. Nunca use por conta própria, procure um médico. Ele fará uma avaliação e indicará o melhor produto correto para você.

Fonte: parceiro Qualicorp.

Abrir