>

Qualicorp explica

Pesquisar Artigos
  • Qual a diferença entre menopausa e climatério?

  • Saiba mais.
  • Publicado em: 22/10/2018 14:39

A menopausa é a última menstruação, que ocorre em torno dos 48 aos 50 anos em média. Já o climatério é a fase da vida da mulher antes e depois da menopausa, que é marcada por variações hormonais que provocam uma série de sinais e sintomas característicos. Continue a leitura para entender mais sobre esses momentos da vida da mulher.

Menopausa - como já vimos, é a última menstruação. Ela marca o fim da vida reprodutiva da mulher. Porém, durante a transição para a fase não reprodutiva, é comum que as menstruações aconteçam de forma mais espaçada. Por isso, a menopausa só pode ser definida após 12 meses sem menstruar sequer uma vez.

Climatério - é o período de transição da vida reprodutiva para a não reprodutiva. Ele é marcado por uma série de sinais e sintomas que surgem antes e depois da menopausa, que são causados pelas variações hormonais que acontecem nessa fase.

 
  Ainda não possui um plano de saúde?
Clique e encontre as melhores opções para você.
 

Sintomas

Quando se aproxima a menopausa e depois, ao entrar na fase não reprodutiva, há uma baixa na produção dos hormônios sexuais femininos, o que pode causar uma série de consequências no curto, médio e longo prazo. No curto prazo, pode provocar sintomas como:

  • Ondas de calor;
  • Alteração no humor, como irritação e depressão;
  • Tontura;
  • Dor de cabeça;
  • Baixa libido.

no médio prazo, as consequências podem ser, por exemplo:

  • Baixa libido;
  • Atrofia urogenital, sintoma presente em até 50% das mulheres que causa o afinamento e ressecamento o muco vaginal, causando dor durante o ato sexual.

No longo prazo, pode haver uma maior propensão à osteoporose e doenças cardiovasculares, pois o hormônio estrogênio protege o coração e os vasos sanguíneos das mulheres.

Cerca de 80% das pacientes apresentam sintomas neste período, com menor ou maior intensidade. Se você está passando por este período e sentindo algum desconforto, consulte um médico.

Tratamentos

Alguns tratamentos para o climatério podem ajudar no alívio dos sintomas desde período. O mais utilizado é a terapia de reposição hormonal (TRH), que consiste na reposição do estrogênio. Entretanto, é necessário avaliar se não existem contraindicações, por exemplo:

  • Câncer de mama ou lesão suspeita ainda sem diagnóstico;
  • Doença cerebral ou cardíaca recente;
  • Doença tromboembólica recente;
  • Doença no fígado grave ou recente;
  • Hipertensão arterial grave;
  • Sangramento vaginal de causa não estabelecida;
  • Câncer de endométrio.

Nunca inicie um tratamento sem indicação de um médico. Além disso, é importante fazer o acompanhamento constante para garantir que a reposição hormonal não cause nenhuma consequência negativa à sua saúde.

Hábitos saudáveis podem amenizar os sintomas do climatério

Alguns hábitos são responsáveis por dar as mulheres uma qualidade de vida melhor no período do climatério. Confira quais são:

Alivie as ondas calor - quando acontecerem as ondas de calor, tome um copo de água fria ou vá até um lugar mais fresco. Tente identificar o que pode desencadear essas ondas, como bebidas quentes, cafeínas, alimentos industrializados, álcool ou estresse. Procure vestir-se em camadas, assim é possível tirar algumas peças para aliviar as ondas de calor.

Evite fumar - mulheres fumantes podem antecipar a chegada da menopausa em até oito meses. Além disso, o tabagismo aumenta as chances de doenças cardiovasculares, osteoporose e pode provocar o aumento das ondas de calor.

Adote uma alimentação saudável - limite as gorduras, óleos e açúcares na sua alimentação e invista em frutas, legumes e grãos integrais. Pergunte ao seu médico se você deve tomar suplementos de cálcio, por exemplo, o que pode funcionar como uma reserva para minimizar as perdas ocasionadas pela osteoporose mais tarde.

Se exercite regularmente - praticar exercícios físicos ajuda na proteção contra doenças cardíacas, diabetes e fortalece os ossos. Invista, também, em técnicas de relaxamento, pois elas podem ajudar a lidar melhor com os sintomas da menopausa.

Fonte: parceiro Qualicorp.

Abrir