>

Qualicorp explica

Pesquisar Artigos
  • Calvície - sintomas e tratamentos

  • Saiba mais.
  • Publicado em: 16/11/2018 18:14

A calvície afeta até 50% dos homens acima dos 50 anos de idade e de 20% a 50% das mulheres da mesma idade. As pessoas perdem cerca de 100 fios de cabelo por dia. Em condições normais, essa perda é imperceptível, pois novos fios estão crescendo ao mesmo tempo. A calvície ocorre quando o ciclo de crescimento e queda de cabelo é interrompido por alguma causa, como a hereditariedade. Continue a leitura e entenda mais sobre esse problema.

Sinais e sintomas da calvície

A perda de cabelo em excesso pode aparecer em várias formas diferentes, dependendo do problema que a está provocando. Ela pode acontecer de forma súbita ou gradual e afetar apenas o couro cabeludo ou todo o corpo. Alguns tipos de queda de cabelo são temporários, enquanto outros são permanentes. Entre os sinais e sintomas da calvície estão:

 
  Ainda não possui um plano de saúde?
Clique e encontre as melhores opções para você.
 

No caso de um tumor ser localizado, quando diagnosticado em estágio inicial, há uma maior possibilidade de tratamentos, menos invasivos e com menos sequelas.

  • Fios mais finos;
  • Couro cabeludo mais aparente;
  • Cabelo caindo com frequência.

Fatores de risco da calvície

Condição hereditária - é a causa mais comum de perda de cabelo. Em pessoas que possuem algum familiar próximo, como pai ou irmão com essa condição, podem ser mais suscetíveis a um padrão de perda de cabelo permanente. Esse tipo de calvície é mais comum em homens e pode dar sinais ainda na adolescência.

Desequilíbrio hormonal- mais comuns em mulheres, eventos como a gravidez, parto, descontinuação de pílulas anticoncepcionais e início da menopausa. Em homens e mulheres, problemas na tireoide que causam mudanças hormonais também podem causar a calvície.

Condições de saúde - algumas das condições que podem causar a calvície são:

  • Alopecia areata - doença inflamatória que causa falhas circulares de perda de cabelo;
  • Micose - alguns fungos podem atingir o topo da cabeça, gerar uma descamação que causa instabilidade na raiz dos fios, causando a queda de cabelo em excesso;
  • Anemia - a falta de ferro no organismo, característica da anemia, dificulta o transporte de oxigênio pelo organismo, desestabilizando a resistência dos fios de cabelo.

Medicamentos - alguns medicamentos usados para doenças como câncer, artrite, depressão, hipertensão e problemas cardiovasculares podem provocar, como efeito colateral, a queda dos fios de cabelo.

Estresse - eventos estressantes podem ser grandes vilões para a saúde dos fios. A boa notícia é que a queda de cabelo causada pelo estresse é temporária.

Penteados - prender muito o cabelo, com penteados que forcem a raiz dos fios, como tranças e rabos, pode causar a perda de cabelo, que é um problema chamado alopecia de tração.

Tabagismo - o efeito da fumaça do cigarro pode causar danos ao DNA do fio, influindo no ciclo de crescimento.

Prevenção da calvície

A causa mais comum da calvície é a condição genética e, nesses casos, não há como prevenir. Entretanto, quando é causada por outros fatores, existem formas de fazer a prevenção da calvície:

  • Trate seu cabelo com delicadeza - evite penteados que forcem a raiz dos fios, como tranças e rabos. Evite tratamentos químicos agressivos;
  • Pare de fumar - o tabagismo é um fator de risco modificável da calvície;
  • Medicamentos - evite medicamentos ou suplementos que possam causar a perda de cabelo. Nunca interrompa uma medicação sem falar com o seu médico antes;
  • Proteção da luz solar - o sol e outras fontes de luz ultravioleta podem ser agressivos aos fios. Procure cremes e loções que ofereçam proteção ao seu cabelo.

Tratamentos para calvície

Retardar a queda e até reverter a perda de cabelo pode ser possível com alguns tratamentos para calvície, veja quais são:

Medicamentos existem medicamentos disponíveis para tratar a perda de cabelo por causa hereditária, ou por outras condições de saúde. Apenas um médico poderá indicar a medicação para o seu caso. Nunca se automedique.

Laser - o tratamento a laser é uma luz emitida no couro cabeludo que estimula a multiplicação de células do cabelo, dilatando os vasos que levam nutrientes e oxigênio para a raiz capilar.

Medicamentos - existem medicamentos disponíveis para tratar a perda de cabelo por causa hereditária, ou por outras condições de saúde. Apenas um médico poderá indicar a medicação para o seu caso. Nunca se automedique.

Transplante de cabelo - é um tratamento comum para os casos de perda de cabelo permanente em que o topo da cabeça é afetado, aproveitando o cabelo restante do próprio paciente.

Intradermoterapia - é a inserção de medicamentos no couro cabeludo por meio de um rolo com microagulhas.

A melhor época para você procurar um dermatologista é quando perceber que os fios começam a ficar mais finos. Apenas um especialista pode indicar qual o tratamento para calvície mais indicado para o seu caso.

Fonte: parceiros Qualicorp.

Abrir