Como identificar e ajudar uma criança com depressão

Compartilhe:
FacebookTwitterWhatsAppLinkedInShare

Crianças e os adolescentes nem sempre conseguem compreender ou expressar os próprios sentimentos. E, por isso, é preciso que pais, professores ou outros cuidadores notem quando eles estão sofrendo para que recebam ajuda. Por isso, se você tem uma criança ou adolescente em sua vida, é importante saber reconhecer os sinais da depressão – que nem sempre são óbvios.

Sintomas de depressão em crianças pré-escolares: dores de cabeça ou de estômago; irritação; agitação;

Sintomas de depressão em crianças em idade escolar: agressividade; ansiedade; problemas escolares; queixas físicas sem causa aparente; pouco interesse em brincar;

Sintomas de depressão na adolescência: Sintomas de depressão na adolescência: isolar-se de família e amigos; falta de interesse em atividades; tristeza persistente; falta de energia; comportamento autodestrutivo; mudança nos padrões alimentares e de sono.

Ainda que a oscilação de humor seja comum na adolescência – pois os hormônios estão em constante mudanças – a diferença é que a depressão dura um longo tempo e não afeta apenas o humor, mas também o dia a dia e os relacionamentos.

Mesmo que você identifique algum ou vários desses sintomas, isso não significa, necessariamente, que a criança ou o adolescente está com depressão. Só um médico pode diagnosticar corretamente e indicar o melhor tratamento para o caso dele.

Como ajudar um filho com depressão?

Mostre compreensão e apoio – mostre que você quer compreendê-lo e ajudá-lo. Não tente animá-lo, dar conselhos ou dizer que não há motivos para ele estar deprimido. Apenas ofereça apoio.

Estreite o relacionamento – incentive-o a falar sobre os sentimentos dele. Pergunte se há algo acontecendo em casa ou na escola que está o incomodando. Você também pode usar um jogo ou um desenho para abrir o diálogo;

Valorize as atitudes positivas – mesmo pequenas tarefas podem ser difíceis para quem sofre de depressão. Por isso, demonstre orgulho e comemore quando seu filho conseguir fazer a lição de casa, interagir com a família, cuidar de si mesmo, por exemplo.

Estimule hábitos saudáveis – praticar exercícios físicos, manter uma dieta saudável e dormir bem são atitudes essenciais para garantir a saúde mental de um filho com depressão. Além de encorajar seu filho a ter bons hábitos, limite os ruins. Passar muito tempo online, por exemplo, pode aumentar o isolamento e agravar a depressão.

Fonte: Conteúdo de parceiro Qualicorp

Abrir

Compartilhe:
FacebookTwitterWhatsAppLinkedInShare

Central de Serviços

Consultas, solicitações e informações sobre seu plano.

Baixe nosso aplicativo

Boletos, Demonstrativo de IR, carteirinha e atendimento de um jeito prático.

Serviços úteis para você ter mais agilidade e segurança ao usar seu plano de saúde

Atendimento digital

Se preferir adicione (11) 4004-4400 no seu celular.

Dúvidas frequentes

Clique aqui e acesse as dúvidas mais comuns de nossos clientes.

Atendimento por telefone

Segunda a sexta: 7h às 22h

Sábados: 8h às 14h (exceto feriados)

4004-4400

(Capitais e regiões metropolitanas)

0800 016 2000

(Demais regiões)

SAC

Reclamações, cancelamentos e informações sobre a Qualicorp, 24h por dia, todos os dias.

Vendas

Comercialização de planos de saúde para você ou para sua empresa.

Para você

Planos de saúde para categorias profissionais.

Se preferir adicione (11) 3178-4000 no seu celular.

ou ligue para:

(11) 3178-4000

(São Paulo)

0800 777 4004

(Demais regiões)

Para Sua Empresa

Soluções para empresas de todos os tamanhos

Empresas até 199 vidas (PME Qualicorp)

Solicite uma cotação:

ou ligue para: (11) 3149-8305

Segunda a sexta: 9h às 18h
Para saber mais sobre as soluções PME, clique aqui.

Empresarial

Segunda a sexta: 7h às 22h

(11) 3146-1012

Para solicitar uma cotação ou conhecer melhor as soluções da Qualicorp para benefícios corporativos, clique aqui.