Articulações

Compartilhe:
FacebookTwitterWhatsAppLinkedInShare

As articulações têm como principal função unir entre si os ossos que compõem o esqueleto. São elas que permitem a mobilidade dos diversos segmentos corporais e a sua estabilidade, possibilitando, por exemplo, a postura ereta, característica dos humanos.
 
Os cinco principais elementos não-ósseos das articulações são a cartilagem articular, os ligamentos, a cápsula articular, a membrana sinovial e os meniscos.
 
Acartilagem articular é um tipo de tecido firme e elástico, que atua como amortecedor diante de pequenos traumatismos.
 
Os ligamentos são estruturas fibrosas inseridas perto das articulações, limitando os movimentos de cada articulação.
 
A cápsula articular é uma membrana fibrosa que tem como principal função a sua estabilização.
 
A membrana sinovial é uma espécie de bolsa que recobre a superfície interna da articulação, ela atua como lubrificante e nutriente para as cartilagens articulares.
 
Os meniscos são duas estruturas fibroelásticas que aumentam a superfície de contato entre os ossos, permitindo uma melhor distribuição das pressões sobre as articulações o que garante maior estabilidade e proteção das superfícies articulares.
 
Doenças das articulações
 
Em razão da complexidade e das funções dessas estruturas, é importante estar muito atento para evitar problemas nas articulações. A artrose, por exemplo, que é um dos mais freqüentes, trata-se de uma doença degenerativa da cartilagem articular que acomete todas as articulações, principalmente joelhos, quadris, mãos e coluna vertebral.
 
Em algumas situações todas as partes podem ser afetadas ao mesmo tempo e com intensidades diferentes. Além de provocar dor, rigidez e edema (inchaço), as doenças articulares podem ocasionar limitações funcionais, como diminuição e/ou perda gradual de movimentos, deformidades articulares progressivas, incapacidade parcial e/ou total do membro, de acordo com a articulação atingida e o grau de comprometimento da superfície articular.
 
Os principais fatores de risco são hereditariedade, obesidade, disfunções hormonais, hipermobilidade (excesso de amplitude dos movimentos), artropatias, traumas de forte intensidade e uso repetitivo das articulações.
 
Cerca de 80% das pessoas acima dos 75 anos de idade acabam sofrendo dessa enfermidade. Entretanto, muitos especialistas alertam que a doença está sendo diagnosticada em pessoas cada vez mais jovens. O sedentarismo, a obesidade, fatores laborais e maus hábitos de vida e de postura são as causas dessa elevação.
 
Por isso, é importante corrigir os fatores que possam desencadear ou intensificar a artrose, modificando hábitos de vida. Eliminar o álcool e o tabagismo, corrigir defeitos posturais, adotar uma dieta de baixas calorias e praticar atividade física regularmente são algumas das recomendações que devem ser seguidas. Porém, o excesso de exercícios físicos sem orientação profissional adequada também aumenta o risco de lesão por sobrecarga e consequente degeneração articular. O surgimento de dificuldade de locomoção e de dor na realização de movimentos simples são sinais de alerta e indicativos da necessidade de orientação médica (ortopedista ou reumatologista).
 
O processo de artrose pode estar associado com osteoporose em muitos casos (enfraquecimento dos ossos provocado pela diminuição de cálcio que também aumenta o risco de fraturas), sendo recomendada uma dieta rica em cálcio e vitamina D, exposição solar, reposição hormonal e exercícios em mulheres após a menopausa, para reduzir a perda de cálcio pelos ossos e melhorar o tônus muscular.
 
Dr. Pablo Luiz Baptistão é ortopedista e traumatologista especialista em quadril e joelho e médico do Sport Check-up e do Pronto-socorro do HCor – Hospital do Coração

 

Compartilhe:
FacebookTwitterWhatsAppLinkedInShare

Central de Serviços

Consultas, solicitações e informações sobre seu plano.

Baixe nosso aplicativo

Boletos, Demonstrativo de IR, carteirinha e atendimento de um jeito prático.

Serviços úteis para você ter mais agilidade e segurança ao usar seu plano de saúde

Atendimento digital

Se preferir adicione (11) 4004-4400 no seu celular.

Dúvidas frequentes

Clique aqui e acesse as dúvidas mais comuns de nossos clientes.

Atendimento por telefone

Segunda a sexta: 7h às 22h

Sábados: 8h às 14h (exceto feriados)

4004-4400

(Capitais e regiões metropolitanas)

0800 016 2000

(Demais regiões)

SAC

Reclamações, cancelamentos e informações sobre a Qualicorp, 24h por dia, todos os dias.

Vendas

Comercialização de planos de saúde para você ou para sua empresa.

Para você

Planos de saúde para categorias profissionais.

Se preferir adicione (11) 3178-4000 no seu celular.

ou ligue para:

(11) 3178-4000

(São Paulo)

0800 777 4004

(Demais regiões)

Para Sua Empresa

Soluções para empresas de todos os tamanhos

Empresas até 199 vidas (PME Qualicorp)

Solicite uma cotação:

ou ligue para: (11) 3149-8305

Segunda a sexta: 9h às 18h
Para saber mais sobre as soluções PME, clique aqui.

Empresarial

Segunda a sexta: 7h às 22h

(11) 3146-1012

Para solicitar uma cotação ou conhecer melhor as soluções da Qualicorp para benefícios corporativos, clique aqui.