O denge é uma doença infecciosa

Compartilhe:
FacebookTwitterWhatsAppLinkedInShare

O dengue é uma doença infecciosa causada por um arbovírus, que ocorre principalmente em áreas tropicais e subtropicais do mundo, inclusive no Brasil, transmitido pelos mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus. As epidemias geralmente ocorrem no verão, durante ou imediatamente após períodos chuvosos, quando os mosquitos se multiplicam.

Existem quatro tipos do vírus da dengue: O DENV-1, o DENV-2, o DENV-3 e o DENV-4. Segundo o infectologista Marcelo Litvoc, é o mesmo tipo de vírus com quatro variações. Do ponto de vista clínico, são absolutamente iguais, vão gerar o mesmo quadro.

Mas a possibilidade da reincidência da doença é preocupante. Caso ocorra um segundo episódio da dengue, os sintomas se manifestam com mais severidade. Existe certa sensibilização do sistema imunológico e ele dá uma resposta exacerbada, explica o especialista.

Esta reação exagerada do sistema imunológico é um problema. Pode causar inflamações e, por isso, aumenta o risco de lesões nos vasos sanguíneos, o que levaria à dengue hemorrágica. Um terceiro episódio poderia ser ainda mais grave, e um quarto seria mais perigoso que o terceiro.

A explicação do problema provocado pelo vírus 4 está no sistema imunológico do corpo humano. Quem já teve dengue causada por um tipo do vírus não registra um novo episódio da doença com o mesmo tipo. Ou seja, quem já teve dengue devido ao tipo 1 só pode ter novamente se ela for causada pelos tipos 2, 3 ou 4.

Idosos têm mais risco de morrer de dengue

Segundo o Ministério da Saúde, idosos têm um risco 12 vezes de morrer em decorrência da dengue. A conclusão foi tirada de acordo com os óbitos registrados nos três primeiros meses de 2013.

No primeiro trimestre do ano, 132 pessoas morreram em todo o país com a doença, dos quais 42% tinham 60 anos ou mais. Tendo em vista a proporção de pessoas infectadas por faixa etária, isso significa que o risco de morte com a doença é 12 vezes maior entre os idosos.

Embora os motivos não tenham sido esclarecidos, acredita-se que o risco aumente nessa faixa etária em função de doenças crônicas mais comuns entre os idosos, como diabetes e hipertensão.

Sintomas de dengue

O dengue clássico se inicia de maneira súbita e pode ocorrer febre alta, dor de cabeça, dor atrás dos olhos, dores nas costas. Às vezes aparecem manchas vermelhas no corpo. A febre dura cerca de cinco dias com melhora progressiva dos sintomas em 10 dias. Em alguns poucos pacientes podem ocorrer hemorragias discretas na boca, na urina ou no nariz. Raramente há complicações.

Já a dengue hemorrágico é uma forma grave da doença. No início, os sintomas são iguais ao dengue clássico, mas após o quinto dia alguns pacientes começam a apresentar sangramento e choque. Os sangramentos ocorrem em vários órgãos e este tipo de dengue pode causar morte.

O avanço do vírus tipo 4 da dengue pelo Brasil é uma ameaça à saúde pública. Não pelo vírus em si, que não é mais nem menos perigoso que os tipos 1, 2 e 3, mas pela entrada em ação de mais uma variação do micro-organismo.

Prevenção

A ação mais simples para prevenção do dengue é evitar o nascimento do mosquito, já que não existem vacinas ou medicamentos que combatam a contaminação. Para isso, é preciso eliminar os lugares que eles escolhem para a reprodução.

É preciso não deixar a água, principalmente limpa, parada em qualquer tipo de recipiente. Como a proliferação do mosquito da dengue é rápida, é importante que todos colaborem para interromper o ciclo de transmissão e contaminação. Pois em 45 dias de vida, um único mosquito pode contaminar até 300 pessoas.

Manter recipientes, como caixas d’água, barris, tambores tanques e cisternas devidamente fechados. Não deixar água parada em locais como vidros, potes, pratos e vasos de plantas ou flores, garrafas, latas, pneus, calhas de telhados, canaletas e outros locais em que a água da chuva é coletada ou armazenada.

O ovo do mosquito da dengue pode sobreviver até 450 dias, mesmo se o local onde foi depositado estiver seco. Caso receba água novamente, o ovo ficará ativo e pode atingir a fase adulta em um espaço de tempo entre dois e três dias. Por isso é importante eliminar água e lavar os recipientes com água e sabão.

Outras referências:
http://www.fiocruz.br/rededengue/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?tpl=home
http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/flash/cartilha_dengue.html

Compartilhe:
FacebookTwitterWhatsAppLinkedInShare

Central de Serviços

Consultas, solicitações e informações sobre seu plano.

Baixe nosso aplicativo

Boletos, Demonstrativo de IR, carteirinha e atendimento de um jeito prático.

Serviços úteis para você ter mais agilidade e segurança ao usar seu plano de saúde

Atendimento digital

Se preferir adicione (11) 4004-4400 no seu celular.

Dúvidas frequentes

Clique aqui e acesse as dúvidas mais comuns de nossos clientes.

Atendimento por telefone

Segunda a sexta: 7h às 22h

Sábados: 8h às 14h (exceto feriados)

4004-4400

(Capitais e regiões metropolitanas)

0800 016 2000

(Demais regiões)

SAC

Reclamações, cancelamentos e informações sobre a Qualicorp, 24h por dia, todos os dias.

Vendas

Comercialização de planos de saúde para você ou para sua empresa.

Para você

Planos de saúde para categorias profissionais.

Se preferir adicione (11) 3178-4000 no seu celular.

ou ligue para:

(11) 3178-4000

(São Paulo)

0800 777 4004

(Demais regiões)

Para Sua Empresa

Soluções para empresas de todos os tamanhos

Empresas até 199 vidas (PME Qualicorp)

Solicite uma cotação:

ou ligue para: (11) 3149-8305

Segunda a sexta: 9h às 18h
Para saber mais sobre as soluções PME, clique aqui.

Empresarial

Segunda a sexta: 7h às 22h

(11) 3146-1012

Para solicitar uma cotação ou conhecer melhor as soluções da Qualicorp para benefícios corporativos, clique aqui.