O que é conjuntivite

Compartilhe:
FacebookTwitterWhatsAppLinkedInShare

A conjuntivite é a inflamação da conjuntiva, membrana transparente e fina que reveste a parte branca do globo ocular e o interior das pálpebras. Embora não seja uma doença grave, é incômoda e transmissível.

Geralmente, a conjuntivite começa em um olho e depois passa para o outro, Calor, suor e o tempo seco do verão criam uma condição favorável para o aparecimento e a disseminação da doença.

O oftalmologista Emerson Fernandes de Sousa e Castro explica que há três tipos mais comuns de conjuntivite: viral, bacteriana e alérgica. A viral é a mais agressiva de todas e os sintomas são muito intensos. A sensação é de ter areia nos olhos, que lacrimejam muito e ficam inchados.

Já na conjuntivite bacteriana, a secreção e o inchaço são mais intensos, embora o lacrimejamento seja menor do que na viral e os sintomas duram cerca de uma semana. Na alérgica, o paciente sente coceira intensa e muito inchaço e é preciso afastá-lo do agente causador da alergia.

O especialista explica que a conjuntivite dura, em média, 15 dias e é caracterizado por dor, coceira, vermelhidão e secreção nos olhos. A do tipo viral pode complicar, embora não seja comum. Dependendo da gravidade, pode deixar sequelas na córnea e atrapalhar a visão.

Sintomas e tratamento

Conjuntivite viral:
• Sensação de areia ou corpo estranho nos olhos;
• Vermelhidão;
• Forte lacrimejamento;
• Leva até duas semanas para melhorar;
• Pode deixar sequelas dependendo da gravidade;
• Tratamento com compressas de água fria e, eventualmente, colírios lubrificantes.

Conjuntivite bacteriana:
• Secreção e inchaço mais intensos;
• Vermelhidão;
• Lacrimejamento menos frequente;
• Dura uma semana em média;
• Tratamento com colírios e antibióticos sob prescrição médica.

Conjuntivite alérgica:
• Coceira intensa;
• Muito inchaço;
• Vermelhidão e lacrimejamento menos intensos do que nos outros tipos;
• Tempo de duração variável;
• Para o tratamento é necessário afastar a pessoa do agente causador, como maquiagem, perfume, poeira e pólen, entre outros.

Cuidados

Cuidados especiais com a higiene ajudam a controlar o contágio e a evolução da conjuntivite. Mas, qualquer que seja o caso, é fundamental lavar os olhos e fazer compressas com água gelada, que deve ser filtrada e fervida, ou com soro fisiológico.

• Evitar aglomerações ou frequentar piscinas de academias ou clubes;
• Lavar com frequência o rosto e as mãos, pois são veículos para a transmissão de micro-organismos patogênicos;
• Não coçar os olhos;
• Usar toalhas de papel para enxugar o rosto e as mãos ou lavar todos os dias as toalhas de tecido;
• Trocar as fronhas dos travesseiros diariamente enquanto durar a crise;
• Não compartilhar o uso de esponjas, rímel, delineadores ou qualquer outro produto de beleza;
• Não se automedicar.

Outros tipos de conjuntivite

Conjuntivite química ou tóxica – é causada por contato direto com algum agente químico, que pode ser algum colírio medicamentoso ou produtos de limpeza, fumaça de cigarro, poluentes industriais etc. A pessoa com conjuntivite química deve se afastar do agente causador e lavar os olhos com água abundante.

Oftalmia neonatal – é uma conjuntivite do recém-nascido após contaminação durante o parto com secreções genitais da mãe infectada por clamídia e gonorreia que não foram tratadas. Surge no primeiro mês de vida e pode levar à cegueira se não for prevenida ou tratada adequadamente.

Os sinais e sintomas são vermelhidão e inchaço das pálpebras e/ou presença de pus nos olhos. A prevenção deve ser feita em todos os recém-nascidos com um colírio, aplicado na primeira hora após o nascimento ainda na maternidade. Toda oftalmia neonatal deve receber tratamento imediato para as principais bactérias causadoras.

Outras referências:
http://bvsms.saude.gov.br/bvs/dicas/231_conjuntivite.html
http://www.saude.sp.gov.br/resources/ses/perfil/cidadao/temas-de-saude/conjuntivite.pdf
http://portal.saude.gov.br/portal/aplicacoes/faq/faqcategoria.cfm?idcat=122&idquest=2159

Compartilhe:
FacebookTwitterWhatsAppLinkedInShare

Central de Serviços

Consultas, solicitações e informações sobre seu plano.

Baixe nosso aplicativo

Boletos, Demonstrativo de IR, carteirinha e atendimento de um jeito prático.

Serviços úteis para você ter mais agilidade e segurança ao usar seu plano de saúde

Atendimento digital

Se preferir adicione (11) 4004-4400 no seu celular.

Dúvidas frequentes

Clique aqui e acesse as dúvidas mais comuns de nossos clientes.

Atendimento por telefone

Segunda a sexta: 7h às 22h

Sábados: 8h às 14h (exceto feriados)

4004-4400

(Capitais e regiões metropolitanas)

0800 016 2000

(Demais regiões)

SAC

Reclamações, cancelamentos e informações sobre a Qualicorp, 24h por dia, todos os dias.

Vendas

Comercialização de planos de saúde para você ou para sua empresa.

Para você

Planos de saúde para categorias profissionais.

Se preferir adicione (11) 3178-4000 no seu celular.

ou ligue para:

(11) 3178-4000

(São Paulo)

0800 777 4004

(Demais regiões)

Para Sua Empresa

Soluções para empresas de todos os tamanhos

Empresas até 199 vidas (PME Qualicorp)

Solicite uma cotação:

ou ligue para: (11) 3149-8305

Segunda a sexta: 9h às 18h
Para saber mais sobre as soluções PME, clique aqui.

Empresarial

Segunda a sexta: 7h às 22h

(11) 3146-1012

Para solicitar uma cotação ou conhecer melhor as soluções da Qualicorp para benefícios corporativos, clique aqui.