O que fazer quando bater ou cortar a cabeça?

Compartilhe:
FacebookTwitterWhatsAppLinkedInShare
Texto: O que fazer quando bater ou cortar a cabeça?
Ao lado, mulher madura com olhos fechados e mão na cabeça.

Por ser um órgão delicado e de extrema importância para o pleno funcionamento do nosso organismo, o cérebro pode ser sensivelmente afetado no caso de uma pancada na cabeça. Para quem tem filhos essa preocupação é ainda maior. Por isso saiba o que fazer quando bater ou cortar a cabeça, seja de um adulto ou de uma criança. Em algumas situações agir rápido pode salvar vidas.

Primeiramente é importante não se apavorar com episódios assim. Por mais que pancadas nessa região possam provocar lesões ou até gerar sequelas profundas, na maioria dos casos o mais comum é que se forme apenas um leve inchaço na área, os chamados “galos”.

Também pode se formar um hematoma, que geralmente desaparece em duas semanas, evitando a necessidade de se encaminhar para um pronto-socorro.

De qualquer forma, esteja atento a alguns sinais após um episódio de corte ou batida de cabeça.

Entenda a seguir o que deve ser feito em cada caso.

Identificando a gravidade

Qualquer batida de cabeça deve ligar um sinal de alerta. Porém, se um “galo” se formar, por mais dolorido que ele seja, a indicação é que a pancada não foi tão violenta.

Isso acontece porque o inchaço na cabeça é um indicador de que nenhum vaso ou artéria foi rompida, o que significa dizer que o sangue não vazou para dentro do cérebro.

Por sua vez, batidas que provoquem galos, sangramentos na cabeça, em conjunto com outros sintomas, podem ser sinais de rompimento de algum vaso, significando que a pancada foi violenta.

Pancadas muito fortes podem provocar a abertura de fissuras no crânio, com o sangue vazando para o seu interior.

Atenção aos sintomas de batidas fortes

Em casos onde se apresente os sintomas abaixo logo após uma batida, é apropriado que se procure um serviço de pronto atendimento médico o mais rápido possível.

  • dor de cabeça;
  • náuseas;
  • vômitos;
  • visão borrada;
  • sonolência;
  • desorientação;
  • desmaio;
  • convulsão;
  • perda de consciência associada a movimentos involuntários;
  • falta de resposta a estímulos.

Resposta aos comandos

Um eficiente indicador sobre o estado de uma pessoa que acabou de sofrer uma batida na cabeça é se certificar que ela seja capaz de responder satisfatoriamente a dois comandos básicos: abrir os olhos e explicar o que aconteceu.

A abertura dos olhos é um bom sinal, na medida em que a pessoa apresenta uma reação.

Já a explicação sobre o episódio da batida mostra que ela é capaz de receber e interpretar uma informação.

Se não houver uma resposta satisfatória a algum (ou nenhum) desses comandos, é um sinal de que ela deve ser levada imediatamente a uma emergência.

Como tratar cortes na cabeça?

A cabeça é uma região bastante vascularizada. Logo, os cortes na área, dependendo do seu impacto, podem ocasionar muito sangramento, o que não representa necessariamente um risco grave, a mesmo claro, que além do sangramento, a pessoa apresente algum dos sinais apresentados à cima.

Para estancar a hemorragia resultante do corte, é importante lavar as mãos com água e sabão e, posteriormente, com um pano limpo e umedecido em água filtrada, limpar o sangue escorrido em busca de identificar o local do corte.

Após isso, o corte deve ser comprimido com um pano seco ou gaze por um período de cinco a dez minutos, com o objetivo de estancar a hemorragia. A depender da profundidade do corte pode ser necessária a aplicação de pontos.

Da mesma forma que nas batidas de cabeça, se após o corte a pessoa manifestar sinais como dores de cabeça, sonolência, desequilíbrio ou vômito, assim como sangramentos pelo nariz ou pelo ouvido, uma assistência médica deve ser acionada de forma imediata.

Veja mais dicas de saúde no blog da Quali

Compartilhe:
FacebookTwitterWhatsAppLinkedInShare

Central de Serviços

Consultas, solicitações e informações sobre seu plano.

Baixe nosso aplicativo

Boletos, Demonstrativo de IR, carteirinha e atendimento de um jeito prático.

Serviços úteis para você ter mais agilidade e segurança ao usar seu plano de saúde

Atendimento digital

Se preferir adicione (11) 4004-4400 no seu celular.

Segunda a sexta: 7h às 21h
Sábados: 8h às 14h

Segunda a sexta: 7h às 17h

Dúvidas frequentes

Clique aqui e acesse as dúvidas mais comuns de nossos clientes.

Atendimento por telefone

Segunda a sexta: 7h às 22h

Sábados: 8h às 14h (exceto feriados)

4004-4400

(Capitais e regiões metropolitanas)

0800 016 2000

(Demais regiões)

SAC

Reclamações, cancelamentos e informações sobre a Qualicorp, 24h por dia, todos os dias.

Vendas

Comercialização de planos de saúde para você ou para sua empresa.

Para você

Planos de saúde para categorias profissionais.

Se preferir adicione (11) 3178-4000 no seu celular.

ou ligue para:

(11) 3178-4000

(São Paulo)

0800 777 4004

(Demais regiões)

Para Sua Empresa

Soluções para empresas de todos os tamanhos

Empresas até 199 vidas (PME Qualicorp)

Solicite uma cotação:

ou ligue para: (11) 3149-8305

Segunda a sexta: 9h às 18h
Para saber mais sobre as soluções PME, clique aqui.

Empresarial

Segunda a sexta: 7h às 22h

(11) 3146-1012

Para solicitar uma cotação ou conhecer melhor as soluções da Qualicorp para benefícios corporativos, clique aqui.