>

Qualicorp explica

Pesquisar Artigos
  • Fibromialgia: sintomas e tratamentos

  • Saiba mais.
  • Publicado em: 28/05/2019 15:22

Doenças e tratamentos 28. Maio. 2019

A fibromialgia é uma doença autoimune e atinge cerca de 2% a 10% da população, em sua maioria mulheres entre 20 e 50 anos. A doença provoca fortes dores em todo o corpo, além de sensibilidade nas articulações, músculos e tendões. Isso porque o cérebro capta os estímulos de forma anormal, causando os seguintes sinas e sintomas:

  • Dores generalizadas por todo o corpo e articulações, podendo durar meses;
  • Fadiga e cansaço durante o dia;
  • Sono prejudicado;
  • Apneia ou insônia;
  • Problemas cognitivos e de memória.
 
  Ainda não possui um plano de saúde?
Clique e encontre as melhores opções para você.
 

Não existe cura para a doença, que pode se manifestar e desaparecer em determinados períodos, mas é possível tratar os sintomas com remédios para ansiedade, anti-inflamatórios, antidepressivos e relaxantes musculares. Mas há outros cuidados que também ajudam a melhorar a qualidade de vida:

Exercícios físicos - são essenciais para o controle da doença, mas devem ter intensidade leve a moderada, evitando chegar à fadiga muscular. Os mais indicados são caminhadas, alongamento, natação, hidroginástica, pilates, fisioterapia e musculação. Os exercícios físicos liberam endorfina, que traz uma sensação instantânea de bem-estar e relaxamento, amenizando dores.

Alimentação adequada - coma carnes magras, mel, queijos brancos, iogurte desnatado, nozes, leguminosas, açaí, banana e damasco, pois aumentam a produção de serotonina, o que diminui sintomas depressivos, muito comuns em quem tem fibromialgia. Os fitoterápicos e suplementos como ômega 3, cúrcuma e óleo de prímula ajudam a reduzir os níveis de cortisol, responsável pelo estresse, gerando relaxamento e regulando o sono. Alguns alimentos têm ação inflamatória. Então, evite:

  • Açúcar;
  • Gorduras saturadas e hidrogenadas;
  • Glúten;
  • Cafeína;
  • Chocolate;
  • Camarão;
  • Aspartame;
  • Corantes.

Suporte psicológico - devido às dores e as mudanças na rotina e vida social que a fibromialgia causa, é comum a incidência de depressão nos portadores da doença. É importante evitar o isolamento social e procurar terapia para administrar a convivência com a fibromialgia.

Fonte: parceiro Qualicorp.

Abrir