>

Qualicorp explica

Pesquisar Artigos
  • Como identificar e se prevenir da dengue?

  • Saiba mais.
  • Publicado em: 13/06/2019 14:14

Doenças e tratamentos 13. Junho. 2019

Os casos de dengue cresceram 264% nos primeiros meses de 2019 em comparação com o início de 2018, enquanto o número de morte aumentou em 67% segundo o Ministério da Saúde. Transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, a doença pode não ter sintomas, ser leve ou grave e até causar a morte. Inicialmente, pode ser confundida com outro problema de saúde, como uma gripe. Não menospreze febre e dores no corpo, saiba reconhecer os sintomas da dengue, o que fazer em caso de suspeita e como se prevenir.

Quais são os sinais e sintomas da dengue?

  • Febre alta repentina (39° a 40°C);
  • Dor de cabeça, atrás dos olhos, no corpo e nas articulações;
  • Fraqueza;
  • Alterações na pele, como manchas vermelhas e coceira;
  • Falta de apetite;
  • Perda de peso;
  • Enjoo;
  • Vômitos.
 
  Ainda não possui um plano de saúde?
Clique e encontre as melhores opções para você.
 

A forma grave da doença provoca:

  • Dor abdominal intensa e contínua;
  • Vômitos persistentes;
  • Sangramento nas mucosas, como boca e nariz;
  • Acúmulo de líquidos em diferentes partes do corpo, como em órgãos na região abdominal (fígado e rim, por exemplo), pulmão e coração;
  • Aumento progressivo do hematócrito (volume ocupado pelas hemácias no sangue, responsáveis por transportar oxigênio e gás carbônico para todos os tecidos do corpo);
  • Queda repentina das plaquetas (componente do sangue que ajuda na coagulação).

Se você tem um ou mais dos sinais e sintomas acima, não significa que seja dengue. Vá ao médico o mais rápido possível para que ele possa fazer o diagnóstico e indicar o melhor tratamento para o seu caso.

Atenção: quem já teve a forma mais leve da doença deve redobrar os cuidados de prevenção, pois as chances de desenvolver a dengue mais grave aumentam se for infectado novamente.

Complicações da dengue

Na maioria dos casos, a dengue é curada depois de dez dias. A principal complicação é o choque hemorrágico, quando a perda de cerca de um litro de sangue faz com o que o coração não bombeie a quantidade necessária para o corpo inteiro. Pode causar problemas graves em vários órgãos e levar à morte, além do desenvolvimento da Síndrome de Gulliain-Barre, doença autoimune que ataca o sistema nervoso e pode provocar paralisia total ou parcial dos movimentos e até óbito.

Como fazer a prevenção da dengue?

A melhor forma de fazer a prevenção da dengue é eliminar os possíveis criadouros do mosquito, ou seja, não deixar água acumulada em recipientes. Veja procedimentos simples para combater o Aedes aegypti no dia a dia:

  • Mantenha a caixa d'água fechada com tampa adequada;
  • Retire folhas, galhos e tudo que possa impedir a água de escorrer pelas calhas;
  • Não deixe a água da chuva acumulada sobre a laje;
  • Lave, semanalmente, por dentro com escovas e sabão, tanques usados para armazenar água;
  • Mantenha tonéis e barris d'água bem tampados;
  • Encha de areia até a borda os pratinhos dos vasos de planta;
  • Em casos de plantas aquáticas, troque a água e lave o vaso, principalmente por dentro, pelo menos uma vez por semana;
  • Guarde garrafas vazias sempre de cabeça para baixo;
  • Lave, semanalmente com escova e sabão, potes de água para animais;
  • Entregue pneus velhos ao serviço de limpeza urbana ou guarde-os sem água em local coberto e abrigados da chuva;
  • Coloque o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira bem fechada;
  • Não jogue lixo em terrenos baldios.

Você também pode adotar medidas para evitar a picada do mosquito, tais como:

  • Repelentes e inseticidas - use de acordo com as instruções do rótulo;
  • Mosquiteiros e telas - podem ser mais uma forma de proteção, principalmente para bebês, pessoas acamadas e trabalhadores noturnos;
  • Roupas com mangas e calça comprida - diminuem a exposição da pele durante o dia, quando os mosquitos são mais ativos.

   

Fonte: parceiro Qualicorp.

Abrir