>

Qualicorp explica

Pesquisar Artigos
  • Cuidados com crianças na praia

  • Saiba mais.
  • Publicado em: 08/07/2019 11:17

Saúde da Família 08. Jul. 2019

Um dos principais destinos de férias no verão, a praia é um lugar propício a acidentes. O afogamento é a segunda maior causa de morte acidental entre crianças com idade até 14 anos e a sétima causa de hospitalizações. Saiba quais cuidados com crianças na praia devem ser tomados para evitar acidentes e doenças.

Cuidados com crianças na praia para evitar acidentes e doenças

Identifique a criança - faça pulseiras com informações como nome da criança e contato do responsável, ou escreva na etiqueta da roupa de banho. Essa medida é útil no caso da criança se perder em locais cheios.

 
  Ainda não possui um plano de saúde?
Clique e encontre as melhores opções para você.
 

Localize o salva-vidas - assim que chegar à praia, opte por ficar perto de onde está o salva-vidas ou posto de segurança.

Tenha cuidado com boias e objetos flutuantes - além de passarem a falsa sensação de que a criança está segura ao usar, podem virar ou se desprender facilmente dela. Prefira entrar na água junto e segurar a criança nos braços.

Tome cuidado com valas e correntezas - se a praia não é segura para você, não será para as crianças. Evite entrar na água em locais com placas alertando para o perigo de correnteza, vala e afogamento.

Oriente as crianças sobre os riscos do mar - grande parte dos afogamentos acontece com quem sabe nadar. Ensine as crianças que nadar sozinho em lugar que a água bate acima do peito é perigoso. Desencoraje brincadeiras de correr, pular ou empurrar outras crianças e fingir que está se afogando.

Proteja a pele - o protetor solar deve ser aplicado no corpo todo meia hora antes da exposição ao sol, mesmo debaixo do guarda-sol, e reaplicado a cada duas horas ou sempre que a criança entrar na água. Mesmo que o protetor seja -à prova d-água-. Bonés, chapéus e roupas especiais com proteção UVA/UVB também ajudam a evitar problemas com os raios solares.

Cuide da hidratação - a transpiração durante o verão é maior, portanto é preciso beber água regularmente para evitar a desidratação. A quantidade ideal de água, por dia, varia de 1,1 a 1,2 litros para crianças de um a três anos; 1,6 litros de quatro a oito anos e 2,1 litros de nove a treze anos.

Tenha cuidado com a alimentação - Leve de casa alimentos e bebidas que não se deterioram facilmente, como frutas, cenoura em palito, pão, suco natural e água de coco. Se não puder, evite consumir em quiosques ou de vendedores ambulantes alimentos que podem ser infectados por bactérias mais rapidamente, como carne, peixe, ovos e maionese, e causar problemas de saúde.

Verifique se a praia é própria para o uso - mas não apenas se a qualidade da água está imprópria para banho. Afinal, se ela está suja e tem coliformes fecais, por exemplo, a areia também não é adequada. E mesmo que não haja aviso de que a praia é imprópria, não fique onde há lixo ou derrame de esgoto para evitar problemas de saúde.

Fonte: parceiro Qualicorp

Abrir