>

Qualicorp explica

Pesquisar Artigos
  • Não consegue perder peso? Conheça o efeito platô

  • Saiba mais.
  • Publicado em: 22/08/2019 10:03

Dr. Kalil Explica 21. Agosto. 2019

Atingir o peso ideal é um verdadeiro desafio para muitos brasileiros. De acordo com o Ministério da Saúde, cerca de 53% da população está acima do peso. Se começar uma dieta é difícil, continuar nela pode ser ainda mais. Isso porquê é muito comum que depois de certo tempo o corpo pode se acomodar frente a algum estímulo, seja por conta da alimentação, ou, até mesmo, pela sequência de treinos. Com isso, a perda de peso pode estacionar ou ser mais lenta. Esse fenômeno é conhecido como efeito platô.

 
  Ainda não possui um plano de saúde?
Clique e encontre as melhores opções para você.
 

A endocrinologista do hospital Sírio-Libanês, Cláudia Cozer Kalil explica que, com o passar do tempo, o organismo pode interpretar a mudança na alimentação como uma escassez alimentar e, por proteção, diminuir o metabolismo. Isso quer dizer que o corpo aumenta a absorção de nutrientes na tentativa de evitar que o indivíduo perca muito peso. É como se fosse um mecanismo de defesa natural.

De acordo com a especialista, quanto maior o grau de atividade física aeróbica, menor é a chance de ocorrer o efeito platô. Mas a tendência é que a perda de peso fique mais difícil quando a pessoa está mais próxima do seu índice de massa corporal (IMC) ideal. O IMC é calculado dividindo o peso (em kg) pela altura ao quadrado (em metros) e o resultado deve ficar entre 18,5 e 25, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Para fugir do efeito platô, Claudia Cozer Kalil diz que o melhor é evitar dietas muito restritivas por períodos longos. Realizar atividades físicas com frequência, e adotar uma alimentação mais saudável de forma natural é o segredo para manter a boa forma. "Assim, o organismo vai entender que esse é o novo ambiente calórico", afirma.

 

Revisão técnica

  • Prof. Dr. Max Grinberg
  • Núcleo de Bioética do Instituto do Coração do HCFMUSP
  • Autor do blog Bioamigo

Fonte: site Coração e Vida, produzido com a curadoria do cardiologista Dr. Roberto Kalil Filho.

Abrir