>

Qualicorp explica

Pesquisar Artigos
  • Adoçantes naturais: como escolher a melhor opção?

  • Saiba mais.
  • Publicado em: 19/12/2019 11:48

Saúde e Bem-Estar 20. Dezembro 2019

Os adoçantes são substitutos quando há a intenção de diminuir o consumo de açúcar, porém nem todos os tipos podem ser consumidos com segurança por qualquer pessoa. Os adoçantes naturais são os mais indicados, mas, ainda assim, há ressalvas. Veja quais os tipos de adoçantes e onde são encontrados.

Quais as diferenças entre adoçantes naturais e artificiais?

Os adoçantes artificiais são feitos por meio de processos químicos, estão presentes em alimentos processados e ultraprocessados e também são usados como adoçantes de mesa. Os mais conhecidos, usados em produtos diets e lights, são:

  • Sacarina;
  • Aspartame;
  • Sucralose;
  • Ciclamato de sódio.
 
  Ainda não possui um plano de saúde?
Clique e encontre as melhores opções para você.
 

Apesar de liberados para diabéticos, alguns adoçantes artificiais têm sódio e não são recomendados para pessoas hipertensas. É o caso da sacarina e do ciclamato de sódio, que já foi proibido em alguns países por estar associado à causa de tumores, segundo pesquisas.

Já os adoçantes naturais são feitos à base de vegetais, frutas, ou de origem animal. São os mais indicados para consumo por não passarem por reações químicas.

Quais os tipos de adoçantes naturais

Esteviosídio - é feito a partir da planta stevia e tem sabor parecido com o açúcar. Ele não é metabolizado pelo organismo, não possui calorias e pode ser consumido por qualquer pessoa. É encontrado em:

  • Adoçantes de mesa;
  • Balas e gomas de mascar;
  • Bebidas;
  • Gelatinas;
  • Pudins;
  • Sorvetes;
  • Iogurtes dietéticos.

Frutose - é encontrada nas frutas e tem o sabor mais doce que o açúcar. Apesar de natural, possui calorias e eleva os níveis de açúcar no sangue, por isso deve ser evitada por pessoas diabéticas. É encontrada em:

  • Mel;
  • Preparações culinárias dietéticas.

Xilitol - é natural da fibra de vegetais como o milho, ameixa, framboesa e alguns tipos de cogumelos. Tem alto poder de adoçar alimentos e bebidas, mas possui calorias. É encontrado em:

  • Adoçantes culinários;
  • Produtos farmacêuticos de saúde bucal;
  • Balas e gomas de mascar com ação refrescante.

Sorbitol - é derivado de frutas como maçã e ameixa e vira um xarope quando preparado. Além do poder de adoçar os alimentos, é usado para melhorar a textura e aumentar o tempo de conservação. Possui calorias e ação laxativa, pois não é digerido completamente pelo sistema digestivo. É encontrado em:

  • Sobremesas dietéticas;
  • Produtos farmacêuticos de saúde bucal;
  • Balas e gomas de mascar com ação refrescante.

Mesmo quando não há restrições alimentares, médicos e nutricionistas recomendam limitar o uso de adoçantes o máximo possível, já que não se sabe seus efeitos a longo prazo. Além disso, estimulam o paladar a se habituar com o doce, fazendo com que a pessoa tenha mais vontade de consumir açúcar. O ideal é reeducar alguns hábitos, como não adoçar sucos naturais, chás e café.

Fonte: parceiro Qualicorp.

Abrir