>

Qualicorp explica

Pesquisar Artigos
  • Conheça a importância dos exames neonatais

  • Saiba mais.
  • Publicado em: 04/11/2015 17:02

Logo após o nascimento, o bebê passa por uma série de testes para avaliar como foi sua transição da vida intrauterina para o mundo fora do útero e também para que possíveis problemas de saúde possam ser diagnosticados.

A detecção precoce de doenças infantis, muitas vezes, pode evitar que as complicações se agravem e possam causar a morte do bebê. Os resultados dos exames indicam se será necessária a internação e tratamento do recém-nascido ou se ele já poderá ficar com a mãe.

Exames realizados no bebê logo após o nascimento

 
  Ainda não possui um plano de saúde?
Clique e encontre as melhores opções para você.
 

1- Teste do olhinho

Pode identificar problemas que levam à cegueira infantil, como catarata, glaucoma de nascença ou a retinoplastia (problemas no desenvolvimento da vascularização da retina). Caso alguma alteração seja encontrada, dependendo do caso, é possível tratar o problema precocemente e garantir que a visão do bebê seja normalizada.

2- Teste do pezinho

O médico coleta uma amostra do sangue do bebê com um filtro de papel, o que ajuda a diagnosticar uma série de doenças, como:

  • Hipertiroidismo - número insuficiente de hormônios produzidos pela tireoide;
  • Fenilcetonúria - digestão inadequada de proteínas do leite;
  • Hemoglobinopatias - deficiência no transporte de oxigênio do corpo;
  • Fibrose cística - doença que causa problemas respiratórios.

Eliminar o glúten do cardápio pode ser a opção da moda, mas para algumas pessoas é uma questão de necessidade. É o caso dos que sofrem com a doença celíaca, caracterizada pela inflamação intestinal desencadeada pela ingestão do glúten.

3- Teste da orelhinha

Ajuda a avaliar eventuais perdas de audição no recém-nascido. É realizado por um fonoaudiólogo, que avalia a resposta do sistema auditivo a estímulos sonoros.

4- Teste do coraçãozinho

Através da medição da oxigenação do sangue e dos batimentos cardíacos do bebê, é possível identificar se há cardiopatia congênita (anormalidade na formação e nas funções do coração).

5- Teste da linguinha

Exame obrigatório para detectar possíveis alterações no frênulo lingual (ou freio da língua - pequena tira de tecido que conecta duas estruturas, sendo uma delas móveis), que podem afetar a amamentação e a mastigação. No exame, um fonoaudiólogo avalia a força de sucção do bebê durante a mamada.

Referências

http://mdemulher.abril.com.br/saude/bebe/a-importancia-dos-exames-neonatais

http://www.healthline.com/health-slideshow/newborn-screening-awareness#promoSlide

Abrir