>

Qualicorp explica

Pesquisar Artigos
  • Parto normal ou cesariana?

  • Saiba mais.
  • Publicado em: 05/05/2016 14:13

Parto normal ou cesariana?

A gravidez é um período especial, mas também exige decisões importantes. Você prefere uma cesariana ou um parto normal? Quem sabe um parto natural? Para que a chegada do bebê ocorra da melhor forma possível e sem prejudicar sua saúde ou a dele, você deve estar bem informada para escolher. Por isso, é importante entender como são realizadas e os riscos de cada opção.

O parto normal e natural, por exemplo, na maioria das vezes tem três estágios. A primeira fase é mais longa e menos intensa. Nesse momento o colo do útero se dilata e você sofre as contrações. Na fase dois, o útero já está completamente dilatado e você pode começar a empurrar o bebê para fora, até que ele saia. Na última fase, quando o bebê já nasceu, é hora de você expulsar a placenta.

O parto normal pode apresentar: dor no local da vagina onde foi feito um corte (episiotomia) para ajudar a saída do bebê, seios doloridos, hemorroidas, prisão de ventre e corrimento vagina, entre outros. Todos esses efeitos são absolutamente normais e após alguns dias já não existirão mais. É importante ressaltar que o pós-parto normal é muito mais rápido e saudável para a mulher. No parto natural, muito falado hoje em dia, não é realizado o procedimento do corte, a episiotomia.

Já a cesariana é feita, geralmente, com anestesia peridural ou raquidiana, que adormecem a região abdominal. Durante a cirurgia, o médico faz um corte no seu abdômen e útero para retirar o bebê e a placenta através desse espaço. Depois, o corte é fechado com pontos. Assim como toda cirurgia, a cesariana apresenta riscos: infecção no local do corte, hemorragia ou aumento de perda de sangue, lesão nos órgãos, complicações na cicatrização e tempo de recuperação prolongado, entre outros.

Na maioria das vezes, só é possível fazer a escolha pela cesariana já no trabalho de parto. Mas é importante saber que a cesariana feita sem necessidade pode causar problemas respiratórios no bebê, ou mesmo, colocar a mãe em risco de morte. Além disso, um parto antes da hora certa pode provocar o nascimento de um bebê prematuro. A cesariana só é indica quando o processo natural do parto apresenta complicações para a mãe o bebê.

A decisão sobre qual o tipo de parto mais adequado para a sua situação deve ser tomada por você com a ajuda de seu médico. Cabe a ele orientar você e sua família, explicando para sobre sua situação de saúde e os riscos que cada tipo de parto pode trazer para você e para o seu bebê.

Referências

http://promocaodasaude.saude.gov.br/promocaodasaude/assuntos/incentivo-ao-parto-normal/noticias/partos-normais-e-cesareas

http://www.ans.gov.br/parto-e-normal

http://www.parents.com/pregnancy/giving-birth/labor-and-delivery/labor-childbirth-phases/

http://www.webmd.com/baby/tc/cesarean-section-how-a-cesarean-section-is-done

http://americanpregnancy.org/labor-and-birth/cesarean-risks/

http://www.webmd.com/baby/guide/normal-labor-and-delivery-process

Abrir