>

Qualicorp explica

Pesquisar Artigos
  • Como aliviar a dor na mama causada pelo leite empedrado

  • Saiba mais.
  • Publicado em: 09/08/2018 10:36

Saúde e Bem-Estar 09. Ago. 2018

O leite empedrado, termo popular para o ingurgitamento mamário, ocorre quando o excesso de produção deixa os seios doloridos e inchados e o mamilo apagado, o que dificulta a sucção do leite pelo bebê. Para apoiar a campanha "Agosto Dourado", que é voltada para a promoção, a proteção e o apoio ao aleitamento materno, reunimos dicas de como aliviar e até evitar os sintomas do leite empedrado.

O leite empedrado pode acontecer em qualquer fase da amamentação. Porém, é mais frequente nos primeiros dias depois do nascimento da criança. Isso porque, nessa fase do aleitamento materno, a produção e liberação de leite ainda não estão reguladas. Assim, ele se acumula nos ductos mamários e a consistência natural dele é alterada. Mas existem outras causas para o ingurgitamento mamário:

- Hiperprodução de leite;

- Início tardio do aleitamento materno;

- Retirar com pouca frequência o excesso de leite;

- Posição incorreta do bebê na hora de mamar;

- Técnicas incorretas de amamentação;

- Uso de suplementos alimentares;

- Sutiãs inadequados.

 
  Ainda não possui um plano de saúde?
Clique e encontre as melhores opções para você.
 

Existem muitas dúvidas sobre como tratar leite empedrado e se é possível aliviar o incômodo causado pelo ingurgitamento mamário. Algumas estratégias ajudam a aliviar as dores. O uso da bombinha para retirar o excesso de leite e o uso de compressas de água morna são dicas importantes. Caso a dor seja muito forte, procure um médico para que ele possa indicar o melhor tratamento e jamais tome qualquer remédio por conta própria.

Como prevenir o leite empedrado

Como no início da amamentação a produção de leite ainda está desregulada, comece a amamentar o quanto antes para evitar o ingurgitamento mamário. As mamadas frequentes evitam que o leite se torne cada vez mais viscoso. Veja outras dicas:

Amamentar livremente - deixe o bebê mamar sempre que tiver vontade, quantas vezes pedir;

Revezar os seios - é importante alternar a mama a ser dada ao bebê a cada mamada;

Retirar com bombinha - caso sinta dor ou incômodo por excesso de leite, use a bombinha para drenar.

Caso venha sofrendo com dores por causa do leite empedrado, não deixe de amamentar. O aleitamento materno é uma das melhores maneiras de garantir a saúde do bebê e prevenir doenças.

Fonte: parceiro Qualicorp.

Abrir