>

Qualicorp explica

Pesquisar Artigos
  • Sinais de hipertensão se confundem com pressão baixa

  • Saiba mais.
  • Publicado em: 21/05/2018 10:30

Dr. Kalil Explica 21. Mai. 2018

Você sabia que sintomas como dor de cabeça e tontura são capazes de indicar que a pressão arterial está baixa (hipotensão), mas podem ser também sinais de hipertensão (pressão alta)? Como as sensações são as mesmas, muitos casos de hipertensão - que é uma doença grave, ao contrário da hipotensão - podem passar despercebidos e causar problemas.

A pressão arterial reflete a passagem do fluxo de sangue pelas artérias e valores iguais ou maiores que 14/9 ou o famoso "14 por nove" indicam que a pessoa está com a pressão alta. Falta de ar e dor no peito também podem ser sinais de que há algo errado com a pressão arterial e ela está com um nível acima do normal.

O diretor da Unidade Clínica de Hipertensão do Incor, Luiz Aparecido Bortolotto, explica, no entanto, que é difícil estabelecer um valor para a pressão baixa, já que muitos indivíduos convivem com uma pressão de 10/6 e não sentem nada. "Abaixo de 10/6 a pessoa pode ter mais sintomas como fraqueza, por exemplo". Nesses casos, diz o médico, o paciente deve elevar as pernas e tomar bastante líquido até a pressão voltar ao normal. Bortolotto explica também que problemas como desidratação, sangramento ou traumatismos físicos podem levar a quadros de hipotensão.

 
  Ainda não possui um plano de saúde?
Clique e encontre as melhores opções para você.
 

Segundo o especialista, no caso dos hipertensos, 90% não sentem nada relacionado à doença. O problema é muito comum e acomete uma em cada quatro adultos, de acordo com dados da Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH). Contudo, segundo Bortolotto, se a pessoa sentir muita dor de cabeça, falta de ar e dor no peito precisa procurar imediatamente um hospital, pois a hipertensão afeta o coração, o cérebro e os rins. As principais complicações são AVC, infarto, insuficiência cardíaca e renal.

Confira abaixo dicas da SBH contra a hipertensão:

1 - Meça a pressão arterial pelo menos uma vez por ano

2 - Pratique atividades físicas todos os dias

3 - Mantenha o peso ideal, evite a obesidade

4 - Adote uma alimentação saudável

5 - Reduza o consumo de álcool

6 - Abandone o cigarro

7 - Siga as orientações médicas

8 - Evite o estresse

Revisão técnica

  • Prof. Dr. Max Grinberg
  • Núcleo de Bioética do Instituto do Coração do HCFMUSP
  • Autor do blog Bioamigo

Fonte: site Coração e Vida, produzido com a curadoria do cardiologista Dr. Roberto Kalil Filho.

Abrir