Cuidados com a saúde tornam o carnaval mais divertido

Compartilhe:
FacebookTwitterWhatsAppLinkedInShare

O carnaval chegou e com ele vêm os blocos de rua, os desfiles das escolas de samba e os bailes para todos os gostos. A ansiedade para diversão é grande, porém é importante que os foliões tomem alguns cuidados com o bem-estar caso contrário podem acabar sofrendo alguns prejuízos graves à saúde.

1 – Fique atento à alimentação: comidas pesadas e gordurosas não são uma boa ideia antes de ir para a folia, a digestão delas é muito lenta. O recomendável são alimentos ricos em carboidratos como pães, arroz e macarrão, porque fornecem bastante energia e são digeridos pelo organismo mais rapidamente.

Durante a festa, não fique mais de quatro horas sem comer. É necessário fazer refeições leves, a base de frutas, sanduíches naturais e barrinhas de cereais, mantendo-se sempre nutrido.

2 – Certifique-se que você está devidamente hidratado: o ideal é garantir que a hidratação seja feita antes mesmo de sairmos de casa, consumindo em torno de três litros de água. Nos bailes e blocos, devemos considerar que as bebidas alcoólicas são diuréticas, ou seja, aceleram a perda de líquidos, por isso, manter a ingestão de água e sucos naturais é importante.

3 – Tome cuidado com a exposição ao sol: o calor dos raios solares pode causar queimaduras na pele e desidratação, além de piorar os efeitos do álcool e da ressaca. Evite ficar a céu aberto nos horários em que o sol está mais forte, que são entre 10h e 16h.

O uso do filtro solar é imprescindível e que tal incorporar óculos e chapéus a sua fantasia?

4 – Sempre use preservativos: eles evitam uma gravidez indesejada e são a melhor maneira de evitar doenças sexualmente transmissíveis. A pílula do dia seguinte, além de não prevenir as DSTs, possui uma grande quantidade de hormônios que podem causar efeitos colaterais se combinados ao acesso de álcool.

5 – Fuja da doença do beijo: existem alguns vírus que podem ser passados também pelo beijo como a mononucleose infecciosa, conhecida como a “doença do beijo”, que é transmitida, principalmente, dessa forma. Ela pode causar febre, dor de garganta e até aumento do baço e do fígado. A herpes labial também é outra doença transmitida pelo beijo.

6 – Evite remédios para ressaca

Remédios para ressaca têm uma combinação de substâncias que ajudam a evitar os sintomas, mas não reparam os danos ao corpo. Ácido acetilsalicílico pode provocar gastrite, principalmente durante a ressaca, quando o estômago já está comprometido. O paracetamol associado ao álcool pode levar a alterações de funcionamento do fígado.

O ideal é aproveitar a folia de maneira responsável, sem se esquecer de beber água, alimentar-se adequadamente e descansar o tempo suficiente para recuperação das energias.

Fonte: Conteúdo Qualicorp.

Abrir