Saiba mais sobre o rotavírus e os métodos de prevenção

Compartilhe:
FacebookTwitterWhatsAppLinkedInShare

Crianças que sofrem de diarreias, vômitos, febre e mal-estar, possuem grandes chances de serem diagnosticadas com a rotavirose, infecção causada pelo rotavírus.

A transmissão da doença ocorre por meio da via fecal-anal, ou seja, pelo contato com as fezes de alguém contaminado. O fato de o vírus sobreviver durante vários dias fora de um hospedeiro e ser muito resistente a desinfetantes e sabonetes, contribui com os altos índices de manifestação da doença.

Embora possa afetar pessoas de qualquer idade, é muito mais comum e agressiva entre crianças menores de 5 anos, estágio em que as defesas do organismo ainda não estão plenamente desenvolvidas. Para termos uma ideia, de acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 40% das hospitalizações de crianças com diarreia se devem ao rotavírus, sendo muito mais comum em países menos desenvolvidos.

Prevenção

A principal maneira de se prevenir infecções por meio do rotavírus é a aplicação da vacina. Disponibilizada pelo Sistema Único de Saúde (SUS), ela é dividida em dois tipos: aquela que combate o rotavírus monovalente, e a que combate o rotavírus pentavalente. Além da vacinação, é importante garantir hábitos básicos de higiene pessoal, como lavar as mãos, principalmente após usar o banheiro, trocar fraldas e manusear animais, e também antes de manipular alimentos, comer e amamentar.

A higiene doméstica também é importante, sendo necessária atenção em detalhes como: ensacar o lixo e deixar a lixeira sempre tampada, manter alimentos protegidos de insetos e outros animais e ficar atento à conservação de poços e caixas d¿agua, evitando a contaminação da água.

Diagnóstico e tratamento

O diagnóstico da doença é feito a partir do exame das fezes do paciente, a fim de identificar a presença do rotavírus.

Trata-se de uma enfermidade autolimitada, ou seja, tende a evoluir naturalmente à cura. Dessa forma, o tratamento consiste em combater os sintomas, como a diarreia, o vômito e a febre. Por atingir principalmente crianças, e sendo a desidratação a ocorrência mais perigosa da doença, o mais importante é manter os pequenos hidratados, com água, sucos naturais e alimentos leves.

Fonte: Conteúdo Qualicorp

Abrir

Compartilhe:
FacebookTwitterWhatsAppLinkedInShare

Central de Serviços

Consultas, solicitações e informações sobre seu plano.

Baixe nosso aplicativo

Boletos, Demonstrativo de IR, carteirinha e atendimento de um jeito prático.

Serviços úteis para você ter mais agilidade e segurança ao usar seu plano de saúde

Atendimento digital

Se preferir adicione (11) 4004-4400 no seu celular.

Dúvidas frequentes

Clique aqui e acesse as dúvidas mais comuns de nossos clientes.

Atendimento por telefone

Segunda a sexta: 7h às 22h

Sábados: 8h às 14h (exceto feriados)

4004-4400

(Capitais e regiões metropolitanas)

0800 016 2000

(Demais regiões)

SAC

Reclamações, cancelamentos e informações sobre a Qualicorp, 24h por dia, todos os dias.

Vendas

Comercialização de planos de saúde para você ou para sua empresa.

Para você

Planos de saúde para categorias profissionais.

Se preferir adicione (11) 3178-4000 no seu celular.

ou ligue para:

(11) 3178-4000

(São Paulo)

0800 777 4004

(Demais regiões)

Para Sua Empresa

Soluções para empresas de todos os tamanhos

Empresas até 199 vidas (PME Qualicorp)

Solicite uma cotação:

ou ligue para: (11) 3149-8305

Segunda a sexta: 9h às 18h
Para saber mais sobre as soluções PME, clique aqui.

Empresarial

Segunda a sexta: 7h às 22h

(11) 3146-1012

Para solicitar uma cotação ou conhecer melhor as soluções da Qualicorp para benefícios corporativos, clique aqui.