Junho vermelho: doe sangue, salve vidas

Compartilhe:
FacebookTwitterWhatsAppLinkedInShare

Simples, rápido, indolor e gratificante. Assim é o ato solidário de doação de sangue. Ainda que os hemocentros de todo o país estejam sempre em busca de doadores, a adesão é baixa.

Conheça as regras para doar sangue e ajudar quem precisa:

Quem pode doar sangue:

 

  • Pessoas de 16 a 69 anos podem doar sangue (desde que a primeira doação tenha sido feita até os 60 anos)
  • Menores de 18 anos precisam da autorização dos responsáveis;
  • Entre 60 e 69 anos, a pessoa só poderá doar se já o tiver feito antes dos 60 anos;
  • É preciso pesar, no mínimo, 50 kg;
  • O candidato deve estar descansado, não ter ingerido bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores à doação e não estar em jejum.

O que levar:
No dia, é imprescindível levar documento de identidade com foto. Pode ser: carteira de Identidade, cartão de Identidade de Profissional Liberal, carteira de trabalho, previdência social ou carteira de habilitação.

Quem NÃO pode doar:

 

  • Quem teve hepatite após os 11 anos de idade;
  • Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças transmissíveis pelo sangue: hepatites B e C, Aids (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e doença de Chagas;
  • Uso de drogas ilícitas injetáveis;
  • Ter tido malária.

Impedimentos temporários:

  • Pessoas com resfriado devem aguardar 7 dias após o desaparecimento dos sintomas;
  • Gravidez;
  • Pós-parto, respeitando o período de 90 dias após parto normal e 180 dias após cesariana;
  • Mulheres que estão amamentando crianças menores de um ano;
  • Ter consumido bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem à doação;
  • Ter realizado tatuagem nos últimos 12 meses;
  • Pessoas expostas a situações nas quais há maior risco de adquirir doenças sexualmente transmissíveis devem aguardar 12 meses.

 

Frequência: A frequência máxima é de quatro doações anuais para o homem e de três doações anuais para a mulher. O intervalo mínimo deve ser de dois meses para os homens e de três meses para as mulheres.

Revisão técnica

  • Prof. Dr. Max Grinberg
  • Núcleo de Bioética do Instituto do Coração do HCFMUSP
  • Autor do blog Bioamigo

Fonte: site Coração e Vida, produzido com a curadoria do cardiologista Dr. Roberto Kalil Filho.

Abrir

Compartilhe:
FacebookTwitterWhatsAppLinkedInShare

Central de Serviços

Consultas, solicitações e informações sobre seu plano.

Baixe nosso aplicativo

Boletos, Demonstrativo de IR, carteirinha e atendimento de um jeito prático.

Serviços úteis para você ter mais agilidade e segurança ao usar seu plano de saúde

Atendimento digital

Se preferir adicione (11) 4004-4400 no seu celular.

Dúvidas frequentes

Clique aqui e acesse as dúvidas mais comuns de nossos clientes.

Atendimento por telefone

Segunda a sexta: 7h às 22h

Sábados: 8h às 14h (exceto feriados)

4004-4400

(Capitais e regiões metropolitanas)

0800 016 2000

(Demais regiões)

SAC

Reclamações, cancelamentos e informações sobre a Qualicorp, 24h por dia, todos os dias.

Vendas

Comercialização de planos de saúde para você ou para sua empresa.

Para você

Planos de saúde para categorias profissionais.

Se preferir adicione (11) 3178-4000 no seu celular.

ou ligue para:

(11) 3178-4000

(São Paulo)

0800 777 4004

(Demais regiões)

Para Sua Empresa

Soluções para empresas de todos os tamanhos

Empresas até 199 vidas (PME Qualicorp)

Solicite uma cotação:

ou ligue para: (11) 3149-8305

Segunda a sexta: 9h às 18h
Para saber mais sobre as soluções PME, clique aqui.

Empresarial

Segunda a sexta: 7h às 22h

(11) 3146-1012

Para solicitar uma cotação ou conhecer melhor as soluções da Qualicorp para benefícios corporativos, clique aqui.