>

Qualicorp explica

Pesquisar Artigos
  • Dormir mal pode colocar a saúde em risco?

  • Saiba mais;
  • Publicado em: 30/01/2020 15:18

Saúde e Bem-Estar 31. Janeiro 2020

A principal função do sono é permitir que o corpo passe por um processo de restauração física e cognitiva. A média ideal de horas de sono que um adulto precisa é entre sete e oito horas, mas cerca de 60% dos brasileiros dormem menos do que deveriam. Dormir pode trazer sérias consequências, como problemas cardiovasculares, diabetes e hipertensão.

Falta de sono e doenças graves

Dormir por menos de cinco horas pode fazer com que o coração fique mais suscetível à ataques cardíacos e doenças cardiovasculares, por conta do desequilíbrio na produção de hormônios e substâncias químicas no organismo. Também estão ligados à falta de sono outros fatores negativos, como diminuição da efetividade da resposta imunológica do organismo e aumento no nível de colesterol.

 
  Ainda não possui um plano de saúde?
Clique e encontre as melhores opções para você.
 

Dormir bem ajuda a emagrecer

A falta de sono diminui a produção de leptina, hormônio que controla a sensação de saciedade, e aumenta a produção da grelina, hormônio relacionado a fome e redução do gasto de energia. A pouca quantidade de leptina pode levar a pessoa a ingerir mais calorias que o necessário ao longo do dia, contribuindo para o aumento do peso.

Sono combate a hipertensão

A dificuldade em descansar durante a noite é equivalente a um estado de estresse, aumentando a atividade da adrenalina no corpo. Com o tempo, essa alteração se torna permanente e pode gerar hipertensão.

Dormir mal pode causar diabetes

Durante o sono, nosso corpo sintetiza a glicose. Dormir mal afeta o controle do nível de glicose e pode favorecer o aparecimento de diabetes tipo 2. Em quem já tem a doença, pode dificultar o controle dos sintomas.

Boa memória e boas noites de sono

Durante o sono, nosso organismo sintetiza as proteínas responsáveis pelas conexões neurais, aprimorando nossa memória e aprendizado. Enquanto descansamos, nosso cérebro trabalha armazenando o que considera importante, descartando o que não acha necessário e fixando lições que aprendemos ao longo do dia.

Nosso desempenho físico e mental também está ligado a uma boa noite de sono. Dormir mal pode comprometer a coordenação motora e a capacidade de raciocínio. A falta de sono pode causar sonolência diurna, irritabilidade e dificuldade para se concentrar.

Fonte: parceiro Qualicorp.

Abrir