>

Qualicorp explica

Pesquisar Artigos
  • Vinagre de maçã: conheça os benefícios

  • Saiba mais.
  • Publicado em: 16/01/2019 17:12

Dr. Kalil Explica 16. Jan. 2019

O tempero caiu no gosto popular e fala-se muito sobre os possíveis "milagres" do vinagre

De tempos em tempos, a população elege um alimento como possível a cura para todos os males. A bola da vez é o vinagre de maçã, alimento bem conhecido do consumidor brasileiro, que tem o hábito de temperar saladas frequentemente com algum tipo de vinagre. Mas será mesmo?

De acordo com Paula Hertel, nutricionista do Hospital Sírio-Libanês, o vinagre de maçã carrega alguns minerais, como cálcio, magnésio, fósforo e potássio, mas que, pela quantidade de vinagre ingerida ser pequena - e é bom que seja, pois o exagero pode irritar o estômago - ele não pode ser considerado um alimento que supre as necessidades desses componentes.

Por ser um vinagre de frutas, a nutricionista diz que ele ainda conta com compostos fenólicos e antioxidantes, que fazem bem ao organismo.

 
  Ainda não possui um plano de saúde?
Clique e encontre as melhores opções para você.
 

Menos carboidrato no corpo

A boa notícia é que, se adicionarmos o tempero nas refeições - como naquela saladinha que precede um prato mais pesado - temos menos chance de engordar. Paula comenta que estudos demonstraram que o vinagre pode diminuir a absorção de carboidratos. Para quem está tentando controlar o peso de maneira natural e não tem problemas estomacais como gastrite, usar vinagre como tempero diariamente pode contribuir para uma absorção calórica menor.

"O vinagre realmente traz benefícios à saúde, porém não é milagroso. O mais importante ainda é a alimentação como um todo", aconselha a nutricionista.

E é por justamente ter esses efeitos na absorção de carboidratos que ele pode ajudar na prevenção do diabetes e até no dia a dia do diabético, pois ajuda a reduzir os picos de insulina e o nível de glicose depois de refeições ricas em carboidratos.

Vários estudos já demonstraram que o ácido acético presente nos vinagres - e aí não importa se ele é de maçã, de álcool ou feito com outros ingredientes - pode diminuir discretamente a glicemia sanguínea em pacientes com resistência insulínica. É preciso saber, no entanto, que o vinagre não faz mágica, por isso é indicado sempre seguir uma alimentação balanceada. No caso dos diabéticos, ainda com mais comprometimento.

"Ele pode ajudar na prevenção se consumido antes das principais refeições, porém o que efetivamente contribui para a prevenção do diabetes é moderar o consumo de carboidratos, preferir carboidratos ricos em fibras e consumir açúcar com muita moderação", recomenda a especialista.

Revisão técnica

  • Prof. Dr. Max Grinberg
  • Núcleo de Bioética do Instituto do Coração do HCFMUSP
  • Autor do blog Bioamigo
Abrir