>

Qualicorp explica

Pesquisar Artigos
  • Calorimetria: o exame que olha para o metabolismo

  • Saiba mais.
  • Publicado em: 21/03/2018 15:42

Dr. Kalil Explica 21. Mar. 2018

Como funciona o processo que os profissionais da saúde vêm usando para entender melhor o gasto energético de cada paciente?

É possível que mesmo quando a alimentação esteja equilibrada e os exercícios em dia, a pessoa ainda apresente dificuldade em manter ou perder peso. Para diagnosticar se o metabolismo está mais lento que o normal, muitos médicos têm indicado a calorimetria.

A calorimetria é capaz de estimar a quantidade de calorias diárias que o organismo gasta em estado de repouso por meio de análise do consumo de oxigênio e a produção de gás carbônico. É hoje o melhor método disponível para examinar o metabolismo.

Com os dados em mãos, o médico responsável - geralmente um profissional de medicina esportiva ou nutrição - consegue identificar as mudanças necessárias na rotina do paciente para uma dieta mais apropriada.

 
  Ainda não possui um plano de saúde?
Clique e encontre as melhores opções para você.
 

O metabolismo de cada um

 

Pessoas com metabolismo lento têm mais facilidade de ganhar peso porque precisam de menor quantidade de calorias ingeridas para o corpo realizar suas funções. No caso de um metabolismo rápido, acontece o contrário - facilidade de perder peso.

A influência da genética sobre o metabolismo existe, mas ela chega no máximo a 25% da condição. De resto, ele responde a elementos comportamentais, que vão da qualidade do sono à atividade física e, claro, à alimentação.

Como o exame é realizado

A pessoa permanece deitada por aproximadamente 30 minutos. Usa-se uma espécie de máscara no rosto, por meio da qual o paciente deve respirar normalmente. Então serão feitas as medições de consumo de oxigênio e eliminação do gás carbônico, indicativos do gasto energético. O resultado é registrado logo no final da sessão.

Quem pode fazer o exame

Qualquer pessoa pode fazer o exame, desde que respeitado os preparos do exame, como, por exemplo:

- Dias antes evitar o consumo de bebidas alcoólicas, consumo de cafeína e de bebidas estimulantes;

- Não frequentar saunas ou praticar atividades intensas.

Revisão técnica

  • Prof. Dr. Max Grinberg
  • Núcleo de Bioética do Instituto do Coração do HCFMUSP
  • Autor do blog Bioamigo

Fonte: site Coração e Vida, produzido com a curadoria do cardiologista Dr. Roberto Kalil Filho.

Abrir