29 de agosto: Dia Nacional de Combate ao Fumo

Compartilhe:
FacebookTwitterWhatsAppLinkedInShare

Para alertar e conscientizar sobre os riscos do tabagismo, foi criado em 1986 o Dia Nacional de Combate ao Fumo. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, o tabagismo é a principal causa de mortes evitáveis no mundo, matando em média 4,9 milhões de pessoas por ano. No Brasil, o número gira em torno de 200 mil pessoas mortas anualmente por doenças decorrentes do fumo.

Estima-se que o cigarro pode causar mais de 50 tipos de doenças diferentes. Uma das mais frequentes é o enfisema, que é a danificação dos alvéolos pulmonares, diminuindo a eficácia da respiração. O câncer em variados órgãos do sistema respiratório é outro problema cujos riscos são aumentados pelo tabagismo. Estudos vêm observando que entre 80 e 90% dos pacientes portadores dessas doenças fumam ou fumavam.

Além dos tabagistas de fato, os fumantes ativos, também estão em risco os fumantes passivos, que são aqueles que dividem áreas fechadas com pessoas que fumam, ficando expostos à nicotina e outras substâncias tóxicas do cigarro. De acordo com a Organização Internacional do Trabalho (OIT), aproximadamente 200 mil trabalhadores morrem por ano em razão da exposição à fumaça de outros fumantes no ambiente de trabalho. A Lei Antifumo, por exemplo, criada em 2011, nasceu a partir da tentativa de amenizar tais números.

É válido ressaltar que além dos danos diretos à saúde dos fumantes passivos e ativos, a produção do cigarro é extremamente nociva ao meio ambiente. Para cada 300 cigarros produzidos, uma árvore é queimada, abastecendo as estufas de desidratação da folha de fumo, além da enorme quantidade de agrotóxicos utilizada nas plantações de tabaco.

Ao parar de fumar, os benefícios podem ser observados a curto e a longo prazo: a pressão sanguínea volta ao normal, o sangue fica livre da nicotina e depois de alguns dias o olfato e o paladar retomam a sensibilidade original, além de a respiração ficar mais fácil. Outro ponto relevante, a longo prazo, é que após um período entre 5 e 10 anos, as chances de infarto diminuem de forma que passa a se equiparar às possibilidades uma pessoa que nunca fumou.

Por isso, nesse 29 de agosto, Dia Nacional de Combate ao Fumo, aproveite essas dicas e informações sobre o tabagismo para se conscientizar a respeito dos riscos e danos causados pelo uso do cigarro.

Produção de Conteúdo Qualicorp

Abrir

Compartilhe:
FacebookTwitterWhatsAppLinkedInShare

Central de Serviços

Consultas, solicitações e informações sobre seu plano.

Baixe nosso aplicativo

Boletos, Demonstrativo de IR, carteirinha e atendimento de um jeito prático.

Serviços úteis para você ter mais agilidade e segurança ao usar seu plano de saúde

Atendimento digital

Se preferir adicione (11) 4004-4400 no seu celular.

Dúvidas frequentes

Clique aqui e acesse as dúvidas mais comuns de nossos clientes.

Atendimento por telefone

Segunda a sexta: 7h às 22h

Sábados: 8h às 14h (exceto feriados)

4004-4400

(Capitais e regiões metropolitanas)

0800 016 2000

(Demais regiões)

SAC

Reclamações, cancelamentos e informações sobre a Qualicorp, 24h por dia, todos os dias.

Vendas

Comercialização de planos de saúde para você ou para sua empresa.

Para você

Planos de saúde para categorias profissionais.

Se preferir adicione (11) 3178-4000 no seu celular.

ou ligue para:

(11) 3178-4000

(São Paulo)

0800 777 4004

(Demais regiões)

Para Sua Empresa

Soluções para empresas de todos os tamanhos

Empresas até 199 vidas (PME Qualicorp)

Solicite uma cotação:

ou ligue para: (11) 3149-8305

Segunda a sexta: 9h às 18h
Para saber mais sobre as soluções PME, clique aqui.

Empresarial

Segunda a sexta: 7h às 22h

(11) 3146-1012

Para solicitar uma cotação ou conhecer melhor as soluções da Qualicorp para benefícios corporativos, clique aqui.