>

Qualicorp explica

Pesquisar Artigos
  • Kefir ajuda no trânsito intestinal e na perda de peso

  • Saiba mais.
  • Publicado em: 06/09/2017 00:00

Bebida láctea também melhora a imunidade e fornece vitaminas, minerais e proteínas

O kefir é uma bebida láctea fermentada originada séculos atrás nas montanhas do Cáucaso, com sabor levemente azedo e refrescante, semelhante ao iogurte. Mas ele é muito mais saudável e poderoso do que o seu primo, pois contém uma grande população de leveduras e bactérias benéficas. O kefir também fornece valiosas vitaminas, minerais e proteínas facilmente digeríveis. Ele é um super probiótico com inúmeras ações benéficas no organismo, notadamente na nossa imunidade.

Um microbioma extraordinário

A microbiota intestinal (mais de 100 trilhões de bactérias que colonizam o cólon) não é apenas importante para a melhor digestão dos alimentos e absorção de nutrientes, ela também ajuda o corpo a produzir vitaminas, neurotransmissores e hormônios, é responsável pela imunidade e ainda acelera a eliminação de toxinas, pesticidas e metais pesados. Esta legião de bactérias que nos habitam atua no metabolismo e no humor, e chega a pesar quatro quilos! Elas moram basicamente no nosso intestino, e na maioria, são bactérias benéficas (probióticos) que protegem o nosso corpo de infecções.

Probióticos e imunidade

Existem mais de 500 tipos de bactérias, um verdadeiro zoológico interno, que produzem compostos como as citoquinas e o ácido butírico, com ação antimicrobiana e antibacteriana, ou seja, agem na redução de bactérias e micro-organismos indesejáveis protegendo o nosso corpo. Os probióticos também agem no sistema imunológico estimulando a produção de uma substância chamada gama-interferon, cujos níveis aumentados no sangue ajudam o organismo a lutar contra infecções, o que diminui a incidência de gripes e resfriados, por exemplo.

O que é o kefir?

Kefir é um composto de partículas brancas gelatinosas chamadas grãos. Estes grãos contêm uma mistura de bactérias e leveduras aglutinada sobre uma matriz de proteínas e açúcares complexos (polissacarídeos). Os grãos de kefir se assemelham a floretes de couve-flor, e podem ser pequenos como uma ervilha ou crescer até o tamanho de uma noz. Os grãos fermentam o leite incorporando seus micro-organismos no produto cultivado. Depois de pronto os grãos são removidos com um coador antes do consumo do kefir e adicionados a uma nova porção de leite. O kefir pode ser feito com qualquer tipo de leite animal (vaca, cabra ou ovelha) ou com leites vegetais (coco, arroz ou amêndoa) para os mais sensíveis ao efeito da lactose. Ele também pode ser preparado com água de coco e outros sucos de frutas.

 
  Ainda não possui um plano de saúde?
Clique e encontre as melhores opções para você.
 

Composição biológica do kefir

A população de micro-organismos que habita o grão de kefir é extensa e variada, podendo haver vários bilhões deles na sua porção diária.

• Bactérias: Lactobacillus (acidophilus, brevis, casei, bulgaricus, delbrueckii, gasseri, lactis, helveticus, kefiranofaciens, kefiri, paracasei, plantarum, rhamnosus, sake, cremoris), Lactococcus lactis, Leuconostoc (cremoris, dextranicum, mesenteroides), Streptococcus thermophilus, Bifidobacterium bifidum, Acetobacter).

• Leveduras: Saccharomyces (cerevisiae, martiniae, unisporus), Chamaerops humilis, Kazachstania (unispora, exigua), Kluyveromyces (siamensis, lactis, marxianus). O kefir contém sais minerais (cálcio, ferro, fósforo, magnésio, potássio, sódio, cobre, molibdênio, manganês e zinco), vitaminas (A, complexo B, C, D, E, K2) e aminoácidos essenciais (metionina, cisteína, triptofano, fenilalanina, tirosina, leucina, isoleucina, treonina, lisina e valina).

Intolerância à lactose e kefir

As bactérias e leveduras do kefir produzem lactase, uma enzima que consome a maior parte da lactose presente no leite, e por isso ele fica com o sabor azedo. Isto significa que até os intolerantes à lactose podem se beneficiar do seu consumo. Um estudo publicado na revista científica da American Dietetic Association mostrou que o kefir melhora a digestão da lactose, com redução ou ausência de sintomas de intolerância à lactose. Os sintomas mais comuns da intolerância à lactose são gases, inchaço, náusea, diarreia, fezes fétidas e cólicas. É difícil dizer quanta lactose realmente é transformada em lactase no kefir, mas se não houver nenhum sintoma, isso significa que a lactase produzida foi suficiente para neutralizar a lactose.

Muitos benefícios

O kefir aumenta a imunidade, melhora a densidade óssea, desinflama o intestino e ajuda em doenças inflamatórias do cólon, combate alergias e asma, protege contra o câncer, melhora a digestão da lactose e pode ajudar a quem tem intolerância, detona a candidíase e desintoxica do corpo.

Kefir emagrece?

Um estudo muito interessante, publicado em 2006 na revista científica Nature, mostrou que há uma clara diferença na população microbiana de pessoas magras e gordas, o que sugere uma ligação entre o tipo de bactéria intestinal e a ocorrência de obesidade. Várias bactérias presentes no kefir têm ação emagrecedora por diferentes mecanismos: L. plantarum, L. rhamnosus, L. gasseri, e provavelmente outras mais serão avaliadas em novos estudos.

Dose indicada

O kefir pode ser tomado diariamente, 1 copo de 200 ml, ao natural, misturado com frutas, no suco ou no shake. Para conseguir os grãos e iniciar o processo de produzir o seu próprio kefir consulte a internet - há vários doadores.

Fonte: Site Minha Vida

Abrir